BRASIL, Rio de Janeiro - Nesta quarta-feira, 14 de dezembro, a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, esteve reunida com a diretora do Sítio Roberto Burle Marx (SRBM), Claudia Storino, para discutir as etapas previstas para a apresentação da candidatura do Sítio a Patrimônio Mundial, as intervenções e providências necessárias para obtenção do título.

Durante o encontro também foram discutidas ações de difusão no âmbito das comemorações dos 80 anos do Iphan, a exemplo da sinalização interna e externa do bem; a realização de um seminário sobre paisagismo e uma exposição sobre o sítio como patrimônio da humanidade; além da produção de publicações e a elaboração de um plano estratégico para a unidade, incorporando critérios museológicos de comunicação, educação e difusão.

A equipe do Sítio apresentou na visita técnica da presidente do Iphan o conjunto arquitetônico da Casa de Burle Marx, que inclui Casa, Loggia, Capela e Salão de Festas, bem como o Ateliê de Burle Marx e a reserva técnica de obras do artista, tendo atenção também à coleção botânica sob a guarda do SRBM, uma das mais importantes coleções de plantas vivas do mundo.
 
O SRBM é uma propriedade pública, sendo uma unidade especial do Iphan desde 1985. Em 2003 seus valores histórico, estético e paisagístico foram protegidos por meio do tombamento federal. “O ambiente expressa um diálogo permanente e integrado entre os elementos que o constituem: as plantas nativas e exóticas, a natureza circundante, o paisagismo de vanguarda preconizado nesse espaço, a arquitetura preexistente e a nova arquitetura produzida sob a orientação de Burle Marx”, avaliou Kátia Bogéa.

No momento, o Sítio realiza reforma do espaço receptivo e  obras de requalificação total dos sistemas prediais, que contemplam instalações elétricas, de telefonia, de lógica, de segurança eletrônica e iluminação externa. Em janeiro, terá início no espaço a celebração de 80 anos do Instituto com apresentação do Grupo Caipirando, conhecido como, os Cariocas caipiras, que começou como uma oficina de aprendizado da viola.

O evento é gratuito, porém necessita de agendamento prévio por meio dos seguintes contatos: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e (21) 2410-3000.

Fonte: Iphan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31