BRASIL, Brasília - O Programa IberCultura Viva divulgou na última sexta-feira (10) os projetos ganhadores do Edital para Apoio a Redes de Cultura de Base Comunitária.

Serão distribuídos US$ 50 mil a cada uma das duas categorias, num valor máximo de US$ 5 mil para cada um dos 10 primeiros colocados. O prazo de apresentação de recursos será até às 23h59 de segunda-feira, 13 de fevereiro.

As inscrições estiveram abertas de 19 de setembro a 1º de dezembro de 2016. A categoria 1 era dirigida ao apoio a eventos de redes nacionais e/ou regionais que tivessem como objetivo a preparação para o 3º Congresso Latino-americano de Cultura Viva Comunitária, que será realizado em novembro de 2017, em Quito (Equador). A categoria 2, por sua vez, se dedicava ao apoio à realização de eventos de redes de cultura de base comunitária municipais, estaduais, nacionais ou regionais.

Os outros editais lançados pelo programa IberCultura Viva em 2016 terão seus resultados publicados posteriormente. A relação do Concurso de Videominuto, que premiará com US$ 500 os realizadores de 10 vídeos, será divulgada antes de 24 de fevereiro. A Convocatória para a seleção de textos sobre políticas culturais de base comunitária segue em processo de avaliação.

Confira a seguir os 10 selecionados com maior pontuação nas categorias 1 e 2 do Edital de Apoio a Redes. As redes candidatas interessadas em interpor recursos deverão dirigir um texto com os motivos para a reconsideração da avaliação para o correio eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com a indicação "Recurso" no assunto e a identificação da rede candidata. A relação definitiva de projetos selecionados será divulgada após o prazo e a análise dos recursos.

CATEGORIA I
Nome da rede – Organização responsável
1. RACC – Rede de Agentes Comunitário de Comunicação –  ANF – Agência de Notícias das Favelas (Brasil)
2. Red Nacional de Culturas Vivas Comunitarias – Cooperativa La Comunitaria de Rivadavia de Provisión de Servicios Culturales y Sociales Ltda (Argentina)
3. Red Salvadoreña de Cultura Viva Comunitaria – Asociación "Colectivo Musical GAMA" (El Salvador)
4. Red Cultura Viva Comunitaria Chile – ONG de Desarrollo Nueva Acción Comunitaria (Chile)
5. Movimiento de Culturas Vivas Comunitarias de Costa Rica – Guanared (Costa Rica)
6. Red Metropolitana Cultura Viva Comunitaria – II Encuentro de la Red Metropolitana de Cultura Viva Comunitaria (Uruguai)
7. Red Danza Sur – Fundación Barrio Infante (Chile)
8. Cultura Viva Comunitaria Ecuador – Cooperativa de Servicios Culturales "La Popular" Coseclapo (Equador)
9. Cultura Viva Comunitaria México – Habitajes – Centro de Estudios y Acciones sobre el Espacio Público (México)
10. Rede Cultura Viva Campinas – Usina Geradora – Associação Núcleo Interdisciplinar de Narradores e Agentes Culturais (Brasil)

CATEGORIA II
Nome da rede – Organização responsável
1. Red Cultural Chacras de Coria y Luján de Cuyo – Asociación Civil Chacras Para Todos (Argentina)
2. Red de Gestoras y Productoras Culturales Chile – Comunidad Multidisciplinaria de Producción Cultural Nekoe (Chile)
3. Red de Cultura Viva Comunitaria Jalisco – La Otra Cara de la Ciudad A.C (México)
4. Red Gestores Culturales Bribris – Asociación Consejo de Agricultores Indígenas de Cabagra (Costa Rica)
5. Red Inclusiva NNA – Centro de Comunicación Virginia Woolf (Uruguai)
6. Comunidad Fiteca – Centro Cultural La Gran Marcha de los Muñecones (Peru)
7. Comunidad VEDI – Alacant Rock (Espanha)
8. Rede para a "Noite para os Tambores Silenciosos de Olinda" – Sociedade Cultural e Carnavalesca Baquelivre Pernambuco (Brasil)
9. Red de Semilleros Campesinos Comunidades Ecologistas La Ceiba (COECOCEIBA) – Amigos de la Tierras Costa Rica (Costa Rica)
10. Plataforma de Cultura Viva de Lima Metropolitana – Asoc. de Comunicadores Sociales Porta Voz Perú (Peru)

Fonte: MinC e IberCultura Viva

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31