FRANÇA, Paris - Na contramão da polêmica em torno das imagens e vídeos que mostram uma criança tocando os pés de um homem nu durante a mostra '35ª Panorama da Arte Brasileira - 2017' do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), o Museu d'Orsay e o Museu da Orangerie, em Paris relançaram a campanha que tem como cartaz: 'Tragam seus filhos para ver gente nua'.

A operação de comunicação, lançada em 2015, utiliza nove cartazes, exibidos em ruas, paradas de ônibus e metrôs de Paris com obras célebres dos dois museus, sempre direcionadas a pais e filhos. Sucesso nas redes sociais, e na primeira exibição da campanha, a peça de maior destaque utiliza a tela 'Femme Nue Couchée' (Mulher Nua Deitada), realizada em 1907, pelo pintor francês Auguste Renoir. O quadro retrata uma mulher jovem deitada em uma cama, com os seios a mostra e o resto coberto com lençol.



A diretora de comunicação do Museu d’Orsay e da Orangerie e coordenadora da campanha, Amélie Hardivillier afirmou que nenhuma obra do museu tem censura de idade, diferentemente do episódio que ocorreu no Santander Cultura de Porto Alegre, com o fechamento da exposição 'Queer Museum'.

O Louvre, por sua vez, teve a mesma postura do Santander de Porto Alegre. O diretor do museu, Jean-Luc Martinez, vetou a exposição da escultura 'Domestikator' no Jardim das Tulherias por considerar que ela poderia 'ser mal compreendida pelos visitantes'.

Fonte: Jornal do Brasil

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31