FRANÇA, Paris - O Museu do Louvre, em Paris, fechou uma parte de sua seção de arte islâmica por causa da cheia no rio Sena, que corta a capital da França.

O aumento do nível da água colocou as autoridades locais em estado de alerta, e a Prefeitura de Paris recomendou a evacuação dos andares subterrâneos do Louvre, que abrigam centenas de obras de arte não expostas.

Já o Museu d'Orsay, na margem oposta do Sena, cancelou um evento que estava marcado para esta quinta-feira (25) e transferiu alguns quadros para os andares mais altos. O rio atingiu nesta manhã a marca de 5,47 metros no centro de Paris e continua subindo entre um e dois centímetros por hora.

O nível máximo da água, previsto para esta sexta-feira (26), deve ser superior a seis metros. A via Georges-Pompidou, que corre ao lado do Sena, está submersa, enquanto a linha de metrô que margeia o rio teve seus serviços interrompidos.

Fonte: ANSA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31