RÚSSIA, Moscou - A BVLGARI, que está em cartaz com Tribute to Femininity, sua primeira exposição de peças de alta joalheria no Museu do Kremlin, em Moscou, anunciou a doação da joia histórica Monete Heritage ao acervo permanente do museu.

Joia histórica 'Monete Heritage', que será doada ao Museu do Kremlin (Foto: divulgação)

A peça produzida em ouro Bizantino de três cores, moedas históricas e diamantes, é de 1978. O colar tem ao centro duas moedas antigas famosíssimas, a Asolidus e a Argenteu de Constantiues II, imperador romano que reinou entre 323 e 361 antes de Cristo. A joia fará parte do acervo permanente no museu.

Junto à ela, até o dia 13 de janeiro, os visitantes poderão ver 500 peças da coleção de alta joalheira da BVLGARI. Entre as joias, as famosas esmeraldas de Elizabeth Taylor e até um colar de safiras e diamantes que pertenceu à socialite brasileira Carmen Mayrink Veiga.

A exposição fica em cartaz até 13/01/2019.
Local: Moscow Kremlin Museums
#tributetofemininity

Sobre a BVLGARI
Parte do grupo LVMH, BVLGARI foi fundada em Roma no ano de 1884 como uma loja de joias. Com uma reputação rapidamente estabelecida por sua excelência italiana, BVLGARI é reconhecida por sua excepcional expertise e criações joalheiras magníficas. O sucesso internacional da companhia evoluiu para um difusor internacional de produtos e serviços diversos de luxo, com uma abrangência que vai de joias e relógios a perfumes e acessórios, com destaque para uma série de butiques e hotéis nas regiões comerciais mais importantes do mundo.

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31