ALEMANHA, Leipzig - Depois de passar pelo MARGS - Museu de Arte do Rio Grande do Sul em 2018, a exposição 'O Poder da Multiplicação | Die Macht der Vervielfältigung' segue agora para o Leipziger Baumwollspinnerei, em Leipzig, na Alemanha.

Rodovia Transamazônica, da série Brazilian Birds, in Brazil Today, Ediçāo de Autor, Sāo Paulo, 1977. impressāo digital, 2018 dimensões variáveis | Obra: Regina Silveira | Foto: Estúdio de Arte.

Promovida pelo Goethe-Institut Porto Alegre, a mostra apresenta mais de 80 obras, entre gravuras, vídeos, instalações, street art, fotografias e obras em 3D e realidade aumentada, de 14 artistas contemporâneos brasileiros e alemães - como Carlos Vergara, Hanna Hennenkemper, Helena Kanaan, Ottjörg A.C., Regina Silveira, Vera Chaves Barcellos, Thomas Kilpper e Xadalu. A exposição pode ser visitada de 28 de fevereiro a 23 de março, com entrada franca.

No dia 1º de março será realizada uma visita guiada com o curador da exposição, Gregor Jansen, e artistas. A estimativa é que pelo menos 12 dos 14 artistas da exposição estejam presentes na visita.

No encerramento da exposição, dia 23 de março, acontece o lançamento do catálogo O Poder da Multiplicação | Die Macht der Vervielfältigung, no âmbito da Feira do Livro de Leipzig. Na ocasião, o curador Gregor Jansen participa de um debate com Andreas Schalhorn (curador de arte moderna e contemporânea do Kupferstichkabinett Berlim), com mediação de Ludwig Seyfarth (historiador de arte e jornalista, curador da Fundação KAi 10 / Arthema em Düsseldorf). Em edição colorida e bilíngue (português-alemão), o catálogo de 264 páginas já foi lançado no Brasil pela editora Estação Liberdade e será distribuído na Alemanha pela editora Kerber.

Trinta anos após o surgimento dos meios digitais - que tornaram naturais o acesso à informação e à reprodução (Copy & Paste) -, as questões a respeito da arte reprodutível em larga escala voltam a ser discutidas. Segundo Gregor Jansen, reproduções, tiragens múltiplas ou cópias são instrumentos de comunicação contra o conceito autoritário de originalidade. Elas servem à propagação em massa, inclusive de propaganda dos mais variados matizes. A base para essa discussão tem suas raízes no século XV, quando surgiram as primeiras problematizações a respeito do original e as suas reproduções, e quando a tipografia, a xilogravura e a gravura produziram cópias pela primeira vez. Os 14 artistas contemporâneos do Rio Grande do Sul e da Alemanha presentes na mostra refletem sobre o que isso significa para a arte e qual o seu papel social na era digital, e lidam com essas questões de maneiras muito diversas.

A exposição traz, ainda, uma sessão especial, intitulada O jornal como obra de arte. São edições especiais dos jornais diários alemães Süddeutsche Zeitung, Frankfurter Allgemeine Zeitung e Die Welt, criadas por artistas como Anselm Kiefer, Jenny Holzer, Sigmar Polke, Gerhard Richter, Georg Baselitz.

A mostra faz parte de um amplo projeto desenvolvido pelo Goethe-Institut Porto Alegre no campo da arte impressa, que inclui website, catálogo, videogame e uma série atividades paralelas, como debates e visitas mediadas.

O projeto 'O Poder da Multiplicação' é realizado pelo Goethe-Institut Porto Alegre com a colaboração de parceiros locais e da Europa, como MARGS - Museu de Arte do Rio Grande do Sul, UFRGS - Instituto de Artes, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, Museu do Trabalho, Associação Cultural Vila Flores e Leipziger Baumwollspinnerei.

Serviço
Exposição 'O Poder da Multiplicação | Die Macht der Vervielfältigung'
Abertura: Dia 28 de fevereiro, às 18h
Artistas: CARLOS VERGARA, Brasil | FLAVYA MUTRAN, Brasil | HANNA HENNENKEMPER, Alemanha | HELENA KANAAN, Brasil | HÉLIO FERVENZA, Brasil | MARCELO CHARDOSIM, Brasil | OLAF HOLZAPFEL, Alemanha | OTTJÖRG A.C. , Alemanha | RAFAEL PAGATINI, Brasil | REGINA SILVEIRA, Brasil | VERA CHAVES BARCELLOS, Brasil | THOMAS KILPPER, Alemanha | TIM BERRESHEIM, Alemanha | XADALU, Brasil | O jornal como obra de arte: edições especiais jornais diários alemães Süddeutsche Zeitung, Frankfurter Allgemeine Zeitung e Die Welt, criadas por artistas como Anselm Kiefer, Jenny Holzer, Sigmar Polke, Gerhard Richter, Georg Baselitz.
Curador: Gregor Jansen, Alemanha
Período de exibição: de 28 de fevereiro a 23 de março de 2019
Local: Leipziger Baumwollspinnerei
Spinnereistraße 7, 04179 Leipzig
http://www.spinnerei.de/
Visitação: de terça a sábado, das 11h às 18h
Entrada franca | Classificação livre

Visita guiada à exposição com curador e artistas
Dia 1º de março, às 11h
Local: Leipziger Baumwollspinnerei
Entrada franca

Debate 'O Poder da Multiplicação: Arte reprodutível na América do Sul e na Alemanha: do pré-digital ao pós-digital ou da gravura, passando pelo xerox, até o 3D'
Dia 23 de março, das 15h às 17h
Debatedores: Gregor Jansen e Andreas Schalhorn
Mediação: Ludwig Seyfarth
Local: Leipziger Baumwollspinnerei, Halle 14
Entrada franca

Saiba mais sobre o projeto
O projeto O Poder da Multiplicação - Arte reprodutível na América do Sul e na Alemanha: do pré-digital ao pós-digital ou da gravura, passando pelo xerox, até o 3D é uma contribuição artístico-teórica à reflexão sobre a questão da reprodução hoje em dia.

Além da exposição realizada no Brasil e na Alemanha, o projeto conta com um website, atividades paralelas (como visitas guiadas e debates), catálogo e um videogame, desenvolvido por um grupo de pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O site www.aura-remastered.art oferece a possibilidade de um aprofundamento no assunto e na análise das obras exibidas por meio de ensaios, entrevistas, fotos, vídeos, biografias dos artistas e calendários de atividades. Os ensaios são escritos por especialistas no tema: os textos de Paulo Gomes e Andreas Schalhorn tratam da importância da gravura no Rio Grande do Sul e na Alemanha, enquanto Francisco Dalcol e Marcio Seligmann reiteram a importância do famoso ensaio de Walter Benjamin sobre a reprodutibilidade técnica na arte nos dias de hoje.

Aberto ao diálogo interativo com a exposição, o jogo Aura Remastered coloca em discussão a importância da cópia como forma de acesso à cultura e à arte em nosso cotidiano. Ele permite, também, por via da simulação e da metáfora, a experimentação das diferentes técnicas de reprodução em gravura ou arte impressa e o modo como afetam a cultura e a sociedade. O jogo foi desenvolvido por uma equipe coordenada pela professora Dra. Paula Mastroberti, do Instituto de Artes da UFGRS. Para jogar, o usuário deverá copiar e colar figuras (stickers, carimbos, estênceis) que exercem diversas funções, como ultrapassar obstáculos, destruir o muro que impede a visibilidade de outros mundos possíveis e concluir o jogo de forma criativa e variada. O jogo está disponível para download para o sistema Android no link https://play.google.com/store/apps/details?id=com.CALISQUEDIO.Aura_Remastered.

Antes da exposição no MARGS, foram realizadas exposições e oficinas, além de um concurso nacional de arte impressa e a criação de uma rede sul-americana de ateliês de gravura.

Conselheiros: Paulo Gomes, Francisco Dalcol, Andreas Schalhorn
Produção: Goethe-Institut Porto Alegre

Sobre o Goethe-Institut Porto Alegre
O Goethe-Institut é o instituto cultural de âmbito internacional da República Federal da Alemanha, que promove o conhecimento da língua alemã no exterior e o intercâmbio cultural internacional.
Em Porto Alegre, está localizado na Rua 24 de Outubro, 112 - Bairro Moinhos de Vento.
Tel. +55 51 21187800. Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Horários de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h30 às 18h
www.goethe.de/GI_PortoAlegre
www.facebook.com/GoetheInstitutPortoAlegre
www.instagram.com/goetheinstitut_portoalegre
https://twitter.com/GI_PortoAlegre

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31