BRASIL, Brasília - Economia criativa e novas candidaturas brasileiras a Patrimônio Mundial foram tema de reunião nesta terça-feira (17), em Brasília, entre o secretário especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Ricardo Braga, e o embaixador Santiago Irazábal Mourão, que assumirá este ano o cargo de representante do Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).


Secretário especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Ricardo Braga, e o embaixador Santiago Irazábal Mourão (Foto: Ronaldo Caldas/Ministério da Cidadania)

O embaixador citou três bens brasileiros que podem tornar-se candidatos a Patrimônio Mundial já no próximo ano: os Lençóis Maranhenses, o Sítio Burle Marx, no Rio de Janeiro, e a bossa nova. O secretário Ricardo Braga enfatizou que o gênero musical é famoso em todo o mundo. Atualmente, o Brasil possui 14 bens inscritos como Patrimônio Mundial Cultural, sete como Patrimônio Mundial Natural, cinco como Patrimônio Cultural Imaterial e um Patrimônio Misto. Saiba mais.

Economia
Outro tema abordado durante a reunião foi a economia criativa e as possibilidades de parceria entre a Secretaria Especial da Cultura e a Unesco para o fortalecimento desta área, que envolve setores com crescimento expressivo em todo o mundo, como o de moda e jogos eletrônicos.

Para se ter uma ideia da importância do setor, no Brasil, as atividades culturais e criativas representam 2,64% do PIB, segundo dados da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). Essa participação é superior à de setores tradicionais, como as indústrias têxtil e de eletroeletrônicos, e se equipara a outros, como o farmacêutico. Em todo o mundo, as indústrias culturais e criativas geram US$ 2,25 bilhões de renda e empregam 30 milhões de trabalhadores, segundo dados da própria Unesco.

Durante o encontro, o secretário Ricardo Braga foi convidado a participar da Conferência Geral da Unesco, que será realizada de 12 a 27 de novembro, em Paris, França. A Conferência Geral é o mais importante evento da Unesco, quando são reunidos todos os representantes dos estados integrantes, associados e observadores, além de participantes do terceiro setor e da sociedade civil. Durante o encontro, são decididas questões fundamentais da Organização, como o orçamento, a composição do Comitê Executivo e a pessoa que ocupará a diretoria geral. A Conferência é realizada a cada dois anos.

Fonte: Assessoria de Comunicação/ Ministério da Cidadania

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31