BRASIL, Brasília - Em viagem internacional desde segunda-feira (18), o secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, participa nesta quinta-feira (21), em Lisboa, Portugal, da primeira Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola (Cilpe).


Secretário especial de Cultura, Roberto Alvim, em encontro com o Secretário-geral da OEI, Mariano Jamboneiro e com o diretor do escritório da OEI no Brasil, Rafael Callou (Foto: Divulgação)

Promovida pela Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), o evento vai abordar estratégias para a promoção dos dois idiomas na Ibero-América.

Segundo Alvim, “o fortalecimento dos idiomas pode gerar oportunidades comerciais para o Brasil, tanto nos mercados editorial e audiovisual quanto para a circulação de espetáculos e outros produtos culturais”.

De acordo com a OEI, que tem tanto o português quanto o espanhol como idiomas oficiais, incentivar a internacionalização das duas línguas é uma forma de beneficiar os seus mais de 800 milhões de falantes. Além disso, a disseminação dos idiomas contribui para internacionalização de empresas dos países que utilizam os idiomas, fortalecendo as trocas comerciais globais.

Já no campo da educação, a proximidade linguística e gramatical e a facilidade de aprendizado são algumas das razões para se reforçar o bilinguismo e traçar programas de ensino em todos os países da Ibero-América. Durante a Conferência, os representantes também poderão contribuir para a formulação do plano de ações da Cilpe, a fim de sistematizar as atividades para o cumprimento de seus objetivos.

França
Antes de ir a Portugal, Alvim esteve em Paris. Durante sua estada na capital francesa, o secretário teve a oportunidade de estreitar relações com diversos países europeus para criar mais oportunidades para o setor cultural brasileiro. Na manhã desta quarta-feira (20), Alvim participou de encontros bilaterais com representantes da cultura da Croácia de da Áustria. Segundo o secretário, encontrar pontos de convergência nas indústrias criativas é uma forma eficiente para traçar estratégias de cooperação bilateral.

No início da semana, o secretário já havia participado de encontros com representantes da cultura da Polônia, Hungria e da Grécia. Na ocasião, pôde fomentar a cooperação cultural bilateral. “Queremos fazer política pública de alto nível para a cultura e, para isso, precisamos trabalhar integrados com aqueles que querem contribuir, além de buscar novas parcerias”, disse.

O secretário participou também do Fórum de Ministros da Cultura, organizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), e da 34ª Reunião Ordinária do Conselho do Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e o Caribe (Cerlalc). Alvim retorna para o Brasil após o encerramento das atividades, nesta sexta-feira (22).

Fonte: Assessoria de Comunicação/ Secretaria Especial da Cultura (com dados da Unesco, Cerlalc e OEI)

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31