ITÁLIA, Roma - Cerca de oito meses após a proibição dos homens fantasiados de "gladiadores" e "centuriões" atuarem nos pontos turísticos de Roma, especialmente na área do Coliseu, os fantasiados voltaram a aparecer para tirar fotos com os turistas nesta quarta-feira (20).

A volta dos "gladiadores" ocorreu porque a proibição, emitida em 26 de novembro pelo então comissário de Roma, Francesco Paolo Tronca, que governava interinamente a capital italiana, perdeu sua validade no último dia 30. Na época, Tronca afirmou que a proibição tinha como objetivo "tutelar a segurança urbana e o decoro do patrimônio artístico, histórico e monumental da cidade" até porque essas pessoas agiam de "maneira inoportuna, insistente e até agressiva". Segundo a mídia italiana, os "centuriões" cobram de 5 euros a 30 euros por fotos com os turistas - e não gostam de ser evitados por eles.

Porém, mesmo com a brecha na legislação, o tempo de trabalho dos "artistas" está contado. A nova prefeita de Roma, Virginia Raggi, afirmou que irá "firmar duas ordens relativas" ao grupo e que eles terão que ficar "distantes de algumas áreas" da capital. A medida deve entrar em vigor ainda nesta semana.

Raggi deverá manter - ou até aumentar - a multa para quem descumprir a lei. Na época em que estava em vigor, a legislação previa o pagamento de 400 euros para quem não respeitasse a regra.

Fonte: Agência ANSA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31