BAHIA, Salvador - Mais de 300 cartões postais da cidade do Salvador antiga estão disponíveis ao público desde quinta-feira (10), até o dia 02 janeiro de 2017, das 19h30 às 21h30, no Museu Carlos Costa Pinto.

MINAS GERAIS, Belo Horizonte - A Secretaria de Estado de Cultura e a Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) promovem reunião na próxima sexta-feira (18/11/16) para debater o patrimônio cultural vinculado ao Barroco mineiro. O encontro está marcado para as 16 horas, no Salão Nobre do legislativo.

RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Por ser o único ponto de desembarque do tráfico negreiro que restou preservado, o Cais do Valongo, já declarado patrimônio carioca e nacional, deve se tornar patrimônio mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Foi lançado na última segunda-feira, 7 de novembro, na Livraria Folha Seca (Rua do Ouvidor, 37 – Centro, Rio de janeiro) o livro Nos quintais do samba da Grande Madureira: memória, história e imagens de ontem e hoje, organizado por Myrian Sepúlveda dos Santos (São Paulo: Olhares, 2016, 160 pág.).

Financiado pela FAPERJ, por meio do edital Apoio à Produção e Publicação de Livros e DVDs Visando à Celebração dos 450 Anos da Cidade do Rio - 2014, o livro se propõe a documentar, por meio de imagens, sons e lembranças, a relação dos moradores da área do bairro de Madureira com o lugar em que vivem, uma das matrizes do samba e dos cultos afro-brasileiros da cidade. A chamada Grande Madureira é uma região composta por vários bairros tradicionais da zona norte carioca, como Bento Ribeiro, Campinho, Cascadura, Cavalcante, Engenheiro Leal, Honório Gurgel, Madureira, Marechal Hermes, Oswaldo Cruz, Quintino Bocaiúva, Rocha Miranda, Turiaçu e Vaz Lobo. Destes, Madureira e Oswaldo Cruz, vizinhos um do outro, são conhecidos como um dos berços do samba no Rio de Janeiro, onde foram criadas duas das agremiações carnavalescas mais importantes da cidade, Portela e Império Serrano.

O reconhecimento é de tal ordem que no dia 2 de dezembro, quando se comemora o Dia Nacional do Samba, é organizado um evento que tem início na Central do Brasil e desemboca na estação de Oswaldo Cruz, onde acontece uma série de rodas de samba e apresentações musicais. Além disso, os quintais de muitas casas se abrem para os visitantes.

Mais informações: http://editoraolhares.com.br

Fonte: Faperj

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31