RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Produtoras de dez filmes brasileiros independentes lançados comercialmente em 2013 receberão R$ 5 milhões recursos de uma linha de crédito do programa Brasil de Todas as Telas, da Agência Nacional do Cinema (Ancine). Os filmes premiados foram selecionados por sua participação e desempenho em festivais nacionais e internacionais ao longo dos últimos anos.

O valor da premiação, anunciada ontem (21) pela agência, será dividido igualmente entre as dez produtoras contempladas, com R$ 500 mil para cada. O critério de seleção também considerou a pontuação obtida pelos filmes, de acordo com a faixa de classificação atribuída a cada festival.

As empresas premiadas foram Cinemascópio Produções Cinematográficas e Artísticas, responsável pelo filme O som ao redor; Buriti Filmes (Uma história de amor e fúria); REC Produtoras Associados (Tatuagem); Santa Luzia Filmes e Produções Artísticas (A coleção invisível); Taiga Filmes e Vídeo (A memória que me contam); Paleotevê Produção Cultural (Olhe pra mim de novo); RT Comércio e Serviços de Criação e Produção de Obras com Direitos Autorais (O abismo prateado); Pássaro Filmes do Brasil (Meu pé de laranja lima); Gullane Entretenimento (Tabu); e O2 Cinema, responsável por A busca.

Os recursos da linha de crédito da premiação são do Fundo Setorial do Audiovisual.

 

Fonte: Agência Brasil - Paulo Virgílio

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 22/01/2016 - 37 visitas até 12:37h)

RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Esta é imperdível para quer “desenferrujar” o inglês e aprender palavras-chave para usar em uma entrevista de emprego ou viagem internacional. Do dia 25 de janeiro até o dia 04 de fevereiro, o Ibeu irá oferecer aulas gratuitas para o público adulto, com foco em conversação, em todas as unidades: o `Summer Break Classes`.

O conteúdo difere de acordo com o nível do aluno – Básico ou Intermediário. As aulas são temáticas e o interessado poderá assistir quantas quiser. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas na filial de interesse.

Para conferir a unidade mais próxima, acesse http://portal.ibeu.org.br/filiais/

 

Fonte: Jornal do Brasil

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 22/01/2016 - 13 visitas até 11:55h)

RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Financiamento à Arcoplex destina-se à construção de 5 salas em Gravataí (RS) e 6 nas cidades catarinenses de Araranguá, Itajaí e Jaraguá do Sul

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 12,6 milhões ao Grupo Econômico Arcoplex para construção de dois complexos cinematográficos em Gravataí (RS) e Araranguá (SC), além da expansão e modernização dos complexos já existentes nas cidades catarinenses de Itajaí e Jaraguá do Sul. 

Os recursos são provenientes do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e do Programa para o Desenvolvimento da Economia da Cultura (BNDES Procult), sendo R$ 10,6 milhões do primeiro e os restantes R$ 2 milhões do segundo. 

De acordo com a Arcoplex, todas as novas salas terão bilheteria e bombonière informatizadas, poltronas numeradas e vendas de ingressos antecipada. A projeção será digital e algumas salas contarão com recursos de projeção 3D. O investimento total da empresa no projeto está estimado em R$ 18,7 milhões.

As obras de expansão em Itajaí, maior porto pesqueiro do País, aumentaram de duas para quatro as salas de exibição do complexo de cinema da Arcoplex, o único da cidade, que hoje conta com um total de 613 lugares. Em Jaraguá do Sul, quinta maior economia do Estado de Santa Catarina, o complexo contará com mais duas salas além das três já existentes e um total de 939 assentos.

A cidade de Araranguá não tinha cinema até a implantação do empreendimento da Arcoplex, com duas salas e um total de 458 cadeiras, localizadas no principal shopping center local. Gravataí também não conta com qualquer sala de projeção, apesar de se localizar na Zona Metropolitana de Porto Alegre. Em breve, a cidade terá um complexo de cinco salas com um total de 939 assentos.

O Grupo Econômico Arcoplex atua no setor de exibição cinematográfica há 53 anos, com salas em cinco Estados (SC, RS, PR, SP, CE) e no DF. Considerando as salas criadas com a expansão em Jaraguá do Sul e em Itajaí, e os novos projetos de Araranguá e Gravataí, o grupo contará com 29 complexos e 93 salas em 23 cidades.

 

Fonte: BNDES

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em21 /01/2016 - 19 visitas até 12:11h)

 

RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - O desfile das escolas de samba deste ano no Sambódromo terá um espetáculo lindo de se ver e de ouvir também. A Prefeitura do Rio, através da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD) e da Riotur, disponibilizará, na frisa do Setor 13, o sistema de audiodescrição. O recurso possibilita que, através de fones de ouvido, o deficiente visual acompanhe tudo que acontece na passarela do samba, através da descrição de um profissional, que fica dentro de uma cabine narrando todo o desfile. 

O serviço estará disponível em todos os dias de desfile do Grupo de Acesso e do Grupo Especial, que acontecem nos dias 05, 06, 07 e 08 de fevereiro. E também para o Desfile das Campeãs, que acontecerá no dia 13.

Ao entrar no sambódromo, o deficiente visual receberá um fone de ouvido e por um sinal transmissor, poderá sentir a emoção do desfile, através da descrição das alegorias, das fantasias, dos efeitos especiais e até dos movimentos dos componentes das escolas. Cinquenta fones serão disponibilizados.

- Essa iniciativa faz parte deste novo momento do Rio, que é de respeitar mais e oferecer cada vez mais acessibilidade para as pessoas com deficiência. Nosso objetivo é contribuir para mais esse passo histórico nesse quesito. O carnaval é uma época de alegria e uma festa para ser completa tem que estar disponível para todos os cidadãos - afirma a secretária municipal da Pessoa com Deficiência, Georgette Vidor.

 

Fonte: Prefeitura do RJ

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 22/01/2016 - 10 visitas até 12:05h)

MINAS GERAIS, Belo Horizonte - A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, promove a partir de quinta, dia 21, na Casa do Baile (Av. Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha), o projeto “Verão – Educativo”, que reúne uma série de atividades culturais desenvolvidas pelo setor educativo do espaço cultural. Um dos destaques é a exibição do documentário “Oscar Niemeyer – a vida é longa”, de Bernardo Pinheiro Mota, nesta quinta, dia 21, às 20h. Essa ação inaugura o novo horário de funcionamento da Casa do Baile, que todas as quintas-feiras ficará aberta até às 21h. Todas as atividades do projeto são gratuitas.

O documentário mostra um novo olhar sobre a história, as crenças, as inspirações e a obra de Niemeyer em registros exclusivos de seus últimos dois anos de vida. O filme viaja pelas famosas curvas criadas pelo arquiteto, com gráficos arrebatadores que elevam sua obra a um novo nível e convidam o espectador a transcender em seu universo.

Participam do documentário arquitetos renomados e premiados como Paulo Mendes da Rocha, Frank Gehry e Richard Rogers, que testemunharam o papel de Niemeyer na discussão de um humanismo aplicado à arquitetura. A obra mostra Jair Valera, até então praticamente desconhecido do grande público. Jair foi arquiteto-chefe da equipe do escritório de Niemeyer e seu braço direito por mais de 40 anos e com quem assinava os projetos desde meados dos anos 2000. Já o físico Luiz Alberto Oliveira, curador do Museu do Amanhã, recém-inaugurado no Rio de Janeiro e professor do eterno aprendiz Niemeyer, é outra figura central no documentário. “O mais curioso durante as gravações foi encontrar Oscar, aos 103 anos, lúcido e ainda ávido por aprender. Ele se apresentou como um sujeito extremamente humilde, que enfatizava sua posição de aluno. Daí o personagem Luiz Alberto Oliveira ser um dos destaques do filme”, disse o diretor Bernardo Pinheiro Mota.

Outras ações:

Ainda como parte do projeto “Verão – Educativo”, hoje, às 15h, a Casa do Baile promove o “Brincadeiras de Verão”, que reúne atividades de lazer cultural voltadas para crianças de 5 a 10 anos. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..  No sábado, dia 23, a partir das 15h, será realizado o “Sementes do Amanhã”, que fará uma exploração sensorial dos jardins da Casa do Baile. A atividade será seguida de uma oficina de bomba verde, que consiste na ideia de pulverizar a cidade com pequenas bolas de argila com sementes para que estas possam germinar naqueles locais.

Outra atividade que integra o projeto é o “Caminhos Arquitetônicos”, no dia 28, quinta, das 18h às 21h. Trata-se de uma caminhada cultural mediada entre a Casa do Baile e Casa Kubitschek, que irá mostrar a Pampulha enquanto paisagem cultural, seu quadro natural, a arquitetura e a história. Para esta atividade também são necessárias inscrições prévias, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Fonte: PBH

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 21/01/2016 - 15 visitas até 21:18h)

 

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31