ALAGOAS, Maceió - A Jangada de Pau recebe nesse mês um novo desdobramento na Casa do Patrimônio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em Maceió (AL).

Além da exposição intitulada Jangada de Pau – Do Imaterial ao Digital, o espaço exibe o documentário e disponibiliza uma publicação para tablets, com matérias e vídeos, abordando diversos contextos sobre a temática, até o dia 06 de novembro.

O projeto, que teve início em 2014 junto ao processo de salvaguarda da jangada tradicional promovido pelo Instituto no Estado (Iphan-AL), dá continuidade ao documentário Jangada de Pau realizado pela Núcleo Zero. A mostra reúne um acervo colhido por antropólogos e pesquisadores desde a década de 1960, assim como o registro do processo de salvaguarda do bem imaterial, além de pontos de vista poéticos sobre o ofício do jangadeiro.

Em sua narrativa, a exposição se esforça para restaurar o protagonismo dos heróis alagoanos ao reconstituir a história da embarcação tradicional, desde sua origem pré-histórica até os primeiros sinais de sua substituição pelas modernas jangadas de isopor.

Um dos episódios de destaque é a passagem que relata a jornada dos jangadeiros alagoanos, quatro pescadores que realizaram uma heroica e pioneira viagem entre Maceió e Rio de Janeiro a bordo de uma frágil jangada de tronco. Viagens semelhantes foram realizadas posteriormente por pescadores do Rio Grande do Norte e do Ceará, recebendo grande destaque da mídia e papel de relevo na história, ao contrário dos alagoanos, que são pouco lembrados.

Exposição Jangada de Pau – Do Imaterial ao Digital
Data: até 06 de novembro de 2016
Local: Casa do Patrimônio - Rua Sá e Albuquerque, 157, Jaraguá, Maceió (AL).
Para informações: (82) 32216073

Fonte: Iphan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31