ESPÍRITO SANTO, Vitória -  Após participar do Dia Nacional do Combate ao mosquito Aedes aegypti, o ministro da Cultura, Roberto Freire, visitou o espaço cultural Casa Porto das Artes Plásticas e a superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) do Espírito Santo, vinculado ao Ministério da Cultura.

O prefeito da cidade, Luciano Resende, e o secretário de cultura da capital capixaba, Francisco Grijó, também participaram das visitas.

A casa do Iphan-ES fica no ponto de ocupação mais antigo de Vitória – em meados do século XVI, no local onde antes havia a Igreja Matriz. O sobrado foi provavelmente edificado no período colonial, e há indícios de que José de Mello Carvalho Muniz Freire tenha residido na edificação durante seu primeiro mandato como Presidente do Espírito Santo (entre 1892 e 1896). É um dos poucos sobrados coloniais remanescentes na Cidade Alta. O sobrado foi tombado pelo Iphan em 13 de novembro de 1967, junto com o imóvel vizinho.

Por lá, o ministro conheceu funcionários e as instalações da casa histórica reformada e inaugurada em setembro deste ano. Entre as missões da superintendência está a de promover e coordenar o processo de preservação do Patrimônio Cultural no Estado para fortalecer identidades e garantir o direito à memória, contribuindo com o desenvolvimento econômico do Brasil.

No estado, há 12 bens tombados. Entre eles, constam, por exemplo, o Convento e Igreja de Nossa Senhora da Penha e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Além desses bens culturais, a região conta com três bens registrados como patrimônio imaterial: o ofício das Paneleiras de Goiabeiras (primeiro bem registrado pelo Iphan em 2002), o Jongo no Sudeste e a Capoeira.

Exposição
Na Casa Porto das Artes Plásticas, o ministro visitou ainda a exposição "Saiu Apressado e Disse-me que Voltava Ontem", projeto idealizado pelo Coletivo LARANJA. A mostra procura trazer para o debate a relação e a memória da cidade com os espaços que deixam de ser usados. Vídeos e instalações mostram, no espaço cultural, um mapeamento de edifícios e espaços abandonados na cidade de Vitória.

Localizada no centro histórico da cidade, a Casa Porto das Artes Plásticas fica em um prédio histórico de 1903 e se firma na capital como um local para exposições de artistas locais e nacionais.

Fonte: MinC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31