MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Responsável por difundir uma geração de escritores mineiros e tendo se consolidado como uma publicação de referência literária e artística já no primeiro ano de sua veiculação, o Suplemento Literário (SLMG) completou cinquenta anos de existência em 2016.

Para celebrar a data, a Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Superintendência de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário, preparou uma edição especial que reúne poemas, contos e ilustrações publicados ao longo da trajetória deste importante veículo. O caderno ainda traz textos que esmiúçam a história do jornal contada por personagens que fizeram parte do dia a dia da redação. O lançamento acontece neste sábado (11), às 11h na livraria Ouvidor (Rua Fernandes Tourinho, 253, Savassi, Belo Horizonte/MG).

Um dos pontos altos da publicação de aniversário é a reprodução de fac-símile das páginas que ilustraram o Suplemento Literário ao longo de sua história, além de fotos da época. Outro destaque é a participação de alguns poetas mineiros, como Sebastião Nunes, Libério Neves e Murilo Mendes, que publicou pela primeira vez o poema “Percevejo”, do até então inédito livro “Poliedros”, no jornal. Os contos de José J. Veiga e Dalton Trevisan, presentes no cinquentenário da publicação, também saíram em primeira mão no SLMG. Para João Barile, coordenador de Promoção e Articulação Literária do Suplemento, “o caderno sempre teve a característica de apresentar ao público materiais novos, tanto de escritores jovens quanto dos já consagrados. Essa tradição remonta da concepção do Suplemento e tem por objetivo estabelecer um diálogo entre gerações de escritores e artistas, fomentando uma constante troca simbólica”.




O escritor Humberto Werneck, um dos primeiros redatores do SLMG e que participa com um texto nesta edição especial, foi um dos que puderam usufruir da experiência de estar cercado por escritores com mais bagagem. “Fui um daqueles afortunados moços aos quais Murilo Rubião proporcionou também emprego na redação do Suplemento. No dia a dia, podíamos nós, frangotes da literatura, desfrutar do convívio enriquecedor com escritores de gerações mais velhas, como os poetas Emílio Moura e Bueno de Rivera, com os quais papeávamos tarde adentro. Só lamento não ter aprendido mais com aqueles dois, e sobretudo com Murilo Rubião, de quem, meio século depois, sigo sendo devedor de muito mais do que um emprego e espaço para publicar minha prosa de rapaz”, conta Werneck.

Para Angelo Oswaldo, secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais, e editor do SLMG de 1971 a 1973, o Suplemento se mantém como um ponto de resistência e referência num cenário em que as publicações voltadas à cultura estão cada vez mais escassas. “Raros veículos culturais têm uma vida tão longa e ostentam a trajetória que aqui se cumpriu, de maneira esplêndida. Percorrer suas milhares de páginas é desfrutar, invariavelmente, o prazer da leitura”, afirma Angelo.

Nascimento
Liderado pelo escritor mineiro Murilo Rubião, o Suplemento Literário veio a público pela primeira vez em 3 de setembro de 1966, estampando em sua capa um poema de Bueno de Rivera, ilustrado por Álvaro Apocalypse. A edição também contou com os nomes de Fábio Lucas, Paulo Saraiva, Affonso Ávila, Aires da Mata Machado Filho, Luiz Gonzaga Vieira, João Camillo de Oliveira Torres, Laís Corrêa de Araújo, Ildeu Brandão e Eduardo de Paula.

Segundo Jaime Prado Gouvêa, Diretor do Suplemento Literário, a publicação na época tinha  “oito páginas, que podiam passar a dezesseis em certas edições especiais, como a que comemorou o primeiro aniversário do jornal e que reunia nomes de expressão nacional como Carlos Drummond de Andrade, Libério Neves, Samuel Rawet, Haroldo de Campos, Benedito Nunes, Frederico Morais, Francisco Iglésias, Emílio Moura, Nélida Piñon, Maria Alice Barroso, Dalton Trevisan, Henriqueta Lisboa, Rui Mourão, Lucy Teixeira e muitos outros”.

Em pouco tempo de existência, o Suplemento Literário chamou a atenção de grandes escritores como Carlos Drummond de Andrade, Murilo Mendes e Guimarães Rosa, que afirmou: “O contentamento e o interesse que tenho, de receber o Suplemento, são para mim de verdade. Acho-o sem falhas. Digo que está redondamente – esplendidamente– expressando a literatura de Minas, a cultura. (...) Nem mesmo compreendo que não tivesse havido antes esse mensageiro da altura. Parabéns, pois, aos brados. Deus o mantenha sempre! – para alegrar-nos e orgulhar-nos e nos enriquecer”.
 
SERVIÇO
Lançamento do Suplemento Literário – Edição especial de 50 anos
Data: Sábado, 11 de fevereiro de 2017
Horário: 11h
Local: Livraria Ouvidor - Rua Fernandes Tourinho, 253, Savassi – BH/MG.

Fonte: SEC MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31