DISTRITO FEDERAL, Brasília - Durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, o Governo Federal instalará na capital carioca a Casa Brasil, uma grande vitrine da diversidade natural, artística, cultural e econômica do país para o mundo. O espaço funcionará de agosto a setembro numa área de 12,5 mil metros quadrados no Pier Mauá, na Zona Portuária do Rio de Janeiro (RJ).

Os ministros da Cultura, Juca Ferreira, e do Esporte, George Hilton, visitarão as instalações do projeto na manhã desta quarta-feira (18), onde concederão entrevista à imprensa. Antes da visita, os ministros se reunirão com o presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman. À tarde, eles participam da Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos, presidida pelo prefeito de Belo Horizonte (MG), Márcio Lacerda, e com participação do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

A Casa Brasil comportará um conjunto diverso de atividades como apresentações e exposições culturais; experiências gastronômicas; promoção dos destinos turísticos, produtos e serviços brasileiros; celebração e interação com atletas; vivência de modalidades esportivas; divulgação das políticas públicas de inclusão social e ambiental; recepção de autoridades internacionais; realização de oficinas e debates. As atividades serão organizadas por 22 ministérios e órgãos do Governo Federal que participam do projeto.

O local onde será instalada a Casa Brasil fica em um dos Boulevares Olímpicos, espaços oficiais dos Jogos projetados para levar o clima das competições para outras áreas da cidade. O Boulevard Olímpico na Zona Portuária terá 3,2 quilômetros de extensão, entre a Praça XV e o AquaRio, e a expectativa é que dois milhões de pessoas passem por ele durante os Jogos.

A Casa Brasil estará aberta para visitação pública e será especialmente preparada para atender turistas, autoridades, atletas, dirigentes esportivos, artistas e jornalistas brasileiros e estrangeiros, contando com uma sala de imprensa.

O projeto da Casa Brasil é de competência da Câmara Temática Cultura, Turismo e Imagem do Brasil no Exterior, da qual o MinC é um dos coordenadores. Esta é uma das câmaras temáticas subordinadas ao GEOlímpiadas, grupo executivo que coordena as ações do governo federal para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

MinC nas Olímpiadas e Paralimpíadas
Além da Casa Brasil, o MinC está preparando diversas outras ações para os Jogos. Elas começam já nas cidades do circuito de revezamento da Tocha que receberão apoio do Ministério para realização de atividades culturais. Outra ação foi o lançamento do Edital Prêmio Arte Monumento 2016 para selecionar 70 projetos de obras de arte que marquem a passagem da chama olímpica por estas cidades.

No Rio de Janeiro e nas cidades sede do futebol olímpico, o MinC promoverá, durante o período dos Jogos, atividades artístico-culturais oriundas de todas as regiões do Brasil. O Ministério também está auxiliando a Rio 2016 a inserir dentro dos espaços de disputa esportiva, durante os intervalos de competição, apresentações de expressões da cultura brasileira, os chamados Sports Presentation.

Os equipamentos culturais no Rio de Janeiro pertencentes à Fundação Nacional de Artes (Funarte), ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), à Biblioteca Nacional (BN), ao Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e à Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) terão programação cultural especial nesse período.

Fonte: MinC - Vinicius Mansur

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31