DISTRITO FEDERAL, Brasília - O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) disponibiliza, a partir do dia 1º de julho, uma nova plataforma para realização do Cadastro Nacional da Capoeira (CNC).

Ela permite o cadastro de mestres de capoeira, capoeiristas, grupos e entidades de capoeira, além de pesquisadores do campo, em um instrumento que visa a salvaguarda do Ofício de Mestre de Capoeira e da Roda de Capoeira, bens culturais registrados como Patrimônio Cultural do Brasil.

A nova plataforma possibilita consultar informações sobre os cadastrados em mapas e listas (a depender da categoria), além de outras funcionalidades, como disponibilização de publicações, divulgação de eventos, notícias e fóruns de discussão para os coletivos de salvaguarda da Capoeira. Ressalte-se que esse último recurso em específico estará disponível em breve, após definição sobre os termos de uso de cada fórum por meio de diálogo entre o Iphan e os coletivos de salvaguarda de cada estado.

O Cadastro Nacional da Capoeira tem por objetivo facilitar o diálogo entre o Iphan, os mestres de capoeira, capoeiristas e outros segmentos envolvidos com a capoeira, em uma proposta de salvaguarda participativa e inclusiva. Assim, o cadastro viabiliza uma ampla identificação e mapeamento do universo sociocultural onde a capoeira está inserida e fornece informações importantes para a atuação da instituição na mobilização dos capoeiristas em cada Estado.

É importante lembrar que as informações enviadas ao Iphan, por meio dos formulários disponibilizados na plataforma, são de inteira responsabilidade dos cadastrados. Para evitar a multiplicidade de dados, o cadastro deve ser realizado apenas uma vez por cada pessoa ou instituição, sendo permitida apenas uma inscrição por e-mail.

Fonte: Iphan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31