RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A classe artística está, mais do que nunca, mobilizada e unida em prol do restabelecimento do Ministério da Cultura

, extinto logo nas primeiras mudanças propostas pelo presidente interino Michel Temer.

O icônico Edifício Gustavo Capanema, no Centro do Rio de Janeiro, que funcionava de sede para o Ministério e para a Funarte, está, desde o início da semana, ocupado por dezenas de artistas de todas as áreas. Palestras, aulas, shows e encontros de toda ordem estão acontecendo durante os últimos dias, na luta contra o trágico fim do MinC.

Nesta quarta (18), por exemplo, foram Otto e Arnaldo Antunes quem apareceram por lá para uma apresentação que reuniu milhares de pessoas. Nesta quinta (18), Frejat, Leoni, Pedro Luís e Lenine darão o seu grito de guerra.

Já na sexta (19), ninguém menos do que Caetano Veloso e Erasmo Carlos fecharão a semana de resistência com seus shows, que devem parar todo o entorno do prédio, mobilizando uma verdadeira multidão. E a luta segue…

Fonte: Jornal do Brasil - Heloisa Tolipan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31