RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Será realizado no dia 9 de agosto o primeiro seminário promovido pelo Distrito Cultural da Lapa, programa criado pelo decreto estadual Nº 26.459, de 7 de junho de 2000, que inclui não apenas a região dos Arcos da Lapa, mas também a rua do Lavradio, Praça Tiradentes, Cinelândia e arredores.

O projeto prevê a criação de uma governança formada pelo Poder Público, instituições culturais, artistas, moradores, universidades e empresas da região para elaboração de planos e realização de ações efetivas para o bem-estar e o desenvolvimento econômico e social da região.

O evento é organizado em cooperação entre a Secretaria de Estado de Cultura, Secretaria Municipal de Cultura, RIOTUR, Superintendência do Centro e Instituto Rio Patrimônio da Humanidade organizam seminário para apresentar ações realizadas e lançar um novo planejamento estratégico para a região do Rio Antigo, em parceria com o Sindicato de Bares e Restaurantes (SINDRIO) e Polo Novo Rio Antigo.


 Cerca de 50 mil pessoas circulam nessa região do Centro do Rio nos fins de semana no horário noturno A Lapa e o Rio Antigo estão atualmente entre os territórios mais criativos do Estado do Rio - na música, artes cênicas e nas artes visuais, mas também com atividades em diversos segmentos ligados ao uso da tecnologia. Há imenso potencial pela presença e monumentos e do casario preservado pelo Corredor Cultural, ativos que permitem a geração de emprego e renda por meio do turismo. A Escadaria Selarón, por exemplo, já é o terceiro destino turístico mais citado pelos turistas - sendo comparada frequentemente a Copacabana, Cristo Redentor e Pão de Açúcar.

Reconhecendo a vocação para a produção cultural e o turismo, além da presença de patrimônio histórico na região, com monumentos como os Arcos da Lapa e o casario preservado pelo Corredor Cultural, o Secretário de Estado de Cultura, André Lazaroni, determinou que a equipe da Superintendência de Artes liderasse o processo de cooperação junto à Prefeitura do Rio e demais órgãos e associações. "A Lapa é espelho do Rio de Janeiro para o Brasil e o exterior. É um modelo de desenvolvimento sustentável a partir da cultura. A SEC nesse Distrito importantes equipamentos culturais, como o Theatro Municipal, a Sala Cecília Meireles e o Teatro João Caetano. Precisamos dar atenção especial a esse polo cultural e histórico e atuar em conjunto com todos os órgãos públicos", afirma Lazaroni.

São mais de 80 espaços culturais: arenas de shows, casas de espetáculo de pequeno e médio porte, antiquários, galerias de arte, lojas, bares, restaurantes, além de instituições importantes como a Escola de Música da UFRJ, a Escola Superior de Desenho Industrial da UERJ e o Museu da Imagem e do Som (MIS). A Lapa é sede de grupos culturais como Intrépida Trupe, Orquestra Petrobras Sinfônica e Tá na Rua.

Data 09 de agosto (quarta-feira)
Horário: 15h30 (credenciamento). Painéis e debates das 16h às 20h
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro - Sala Mário Tavares
Avenida Almirante Barroso, 14 - Centro - anexo ao Theatro Municipal
Entrada franca. Capacidade 159 lugares. Classificação livre.
Inscrições: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Informações: 21 2216-8500 (ramal 341)

MESA DE ABERTURA (16h)
"PANORAMA SOBRE A LAPA E O RIO ANTIGO: VOCAÇÃO PARA A CUTURA E O TURISMO E DESAFIOS NA GESTÃO DO TERRITÓRIO"
André Lazaroni, Secretário de Estado de Cultura do Rio de Janeiro
Nilcemar Nogueira, Secretária Municipal de Cultura da Cidade do Rio de Janeiro
Marcelo Alves, Presidente da RIOTUR | Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro
Paulo Cesar Amêndola, Secretário Municipal de Ordem Pùblica | Prefeitura
Marcelo Rotenberg, Superintendente do Centro | Prefeitura do Rio de Janeiro
Thiago Cesário Alvim, presidente do Polo Novo Rio Antigo

PAINEL (18h)
"DESAFIOS PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL NA LAPA E NO RIO ANTIGO"
Virgílio de Souza, morador da Lapa e editor do jornal Capital Cultural  
Plínio Fróes, diretor do Polo Novo Rio Antigo e da Feira Rio Antigo
Paula de Oliveira Camargo, Centro Carioca de Design e Tiradentes Cultural
Juliana Oakim, Instituto Rio Patrimônio da Humanidade - Programa de Negócios Tradicionais
Eduardo Furtado - Controle Urbano | Prefeitura do Rio

Objetivos
- Reunir os principais parceiros e moradores no Distrito Cultural da Lapa, Tiradentes e Cinelândia engajados nos esforços de desenvolvimento local;
- Apresentar as ações realizadas pelo Poder Público nos últimos anos, a Campanha "Lapa Eu Te Amo", "Tiradentes Eu Te Amo" e "Cinelândia Eu Te Amo";
- Iniciar um novo planejamento estratégico por conta do Distrito Cultural da Lapa com apoio de especialistas em planejamento (universidades e instituições parceiras);

Formato
Apresentações de 15 a 20 minutos sobre as ações desenvolvidas por cada órgão, além da apresentação geral sobre o Distrito Cultural da Lapa. Depois das apresentações, abrimos para a participação do público presente.

Os presentes serão cadastrados e convidados a participar da construção do Plano Estratégico do Distrito. Serão anunciadas datas para os encontros dos grupos de trabalho (GTs).

Apoio institucional
Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Inscrições
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Informações
Leo Feijó
Coordenador | Música, Artes Cênicas e Artes Visuais | Governo do Estado
Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro
Superintendência de Artes
Rua da Quitanda, 86 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro
+55 21 2216-8500 ramal 341 | CEP: 20091-005
www.cultura.rj.gov.br

Fonte: Ascom

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31