DISTRITO FEDERAL, Brasília - Por ocasião do feriado nacional que celebrou a Proclamação da República, a Casa Museu de Marechal Deodoro, no município de Marechal Deodoro (AL), inaugurou na última quarta-feira (15) exposição que traz 43 peças pertencentes ao acervo do Museu da República, vinculado ao Ibram.

A espada que Deodoro da Fonseca teria usado durante o ato da proclamação, em 1889, é o grande destaque do conjunto, composto de itens de uso pessoal do militar, político e primeiro presidente do Brasil, nascido na cidade histórica alagoana que hoje leva seu nome.

A espada que Deodoro da Fonseca teria usado durante o ato da proclamação, em 1889, e outros itens de seu uso pessoal, foram cedidos para exibição temporária na casa em que nasceu o primeiro presidente do Brasil, em Alagoas.

Fundada em 1611 com o nome de povoado de Vila Madalena de Subaúma, a atual Marechal Deodoro foi a primeira capital de Alagoas, entre 1817 e 1839, e voltou a sê-lo, de forma simbólica, durante as celebrações pelo 15 de Novembro.

Condecorações por bravura, elementos de farda, montaria e objetos da intimidade do proclamador da República, como escova de dentes, de cabelo e saboneteira, também integram a exposição – cuja abertura contou com a presença do prefeito de Marechal Deodoro e do governador de Alagoas, entre outras autoridades.

“Fizemos uma curadoria que mostra três dimensões de Deodoro da Fonseca: a figura dele como homem comum, o militar e o primeiro presidente da república”, explica o museólogo André Angulo, do Museu da República. A princípio, o conjunto cedido ficará em exibição na antiga casa colonial onde nasceu Deodoro da Fonseca, em 1827, por um período de dois anos.

Fonte: Ibram

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31