SÃO PAULO, Bariri - Localizado em Bariri, no interior de São Paulo, o espaço guarda o legado dos desbravadores brasileiros que percorreram as três Américas em um Ford T.

Fachada do Museu (Crédito: CLICK - Foto e Vídeo - Bariri, SP)

A história extraordinária dos três expedicionários que partiram do Rio de Janeiro com destino a Nova York rompeu fronteiras e inspirou escritores a narrarem a viagem ocorrida entre 1928 e 1938.Os aventureiros brasileiros, dois paulistas (um de Bariri e o outro de Descalvado) e um catarinense (de Florianópolis), mapearam a Estrada Pan-americana, passaram pelas três Américas e, ao final da jornada, foram recebidos na Casa Branca pelo Presidente Franklin Delano Roosevelt epelo empresário Henry Ford. No Brasil, foram recebidos pelo Presidente Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, entre outras personalidades influentes da época.

Toda essa aventura pode ser apreciada e acompanhada pelas páginas dos livros ‘O Brasil através das três Américas’, do bauruense Beto Braga e ‘Eu não sabia que era tão longe’, do baririense Osni Ferrari. As obras revelam detalhes e curiosidades de uma história, até então, pouco conhecida, e foram vendidas em todo o Brasil e em vários países da América Latina, México e Estados Unidos.

Mais de oitenta anos após Mário Fava, Leônidas Borges de Oliveira e Francisco Lopes da Cruz percorrerem 27.631km, um grupo de amigos se reuniu para realizar um novo sonho, fundar o museu que leva o nome do intrépido mecânico baririense que integrou a Carretera Pan-Americana.

Ângelo Roberto Falseti, Aziz Chidid Neto, Osni Ferrari, Ari Francisco Fiadi e José Augusto Barboza Cava (Foto: divulgação)

A partir do dia 21 de julho, em prédio histórico, fincado na rua Tiradentes, no Centro de Bariri (a 330 km da Capital), os visitantes vão conhecer toda essa viagem e uma das estrelas da expedição: o Ford T (1918/1919), um dos dois automóveis (o outro foi uma caminhonete, também da linha T da Ford, de 1925) que conduziu os três aventureiros por picadas, rios, matas e pelos poucos quilômetros de estrada que existiam na época, por 15 países das três Américas.


O arquiteto Luís Carlos Viccari Filho é o responsável pela obra iniciada em agosto de 2016 e conta com a coordenação de Ângelo Roberto Falseti. Por conhecer toda a história da sede coube ao historiador José Augusto Barboza Cavafornecer as informações de como era originalmente o prédio que abrigará o museu.

Patrimônio histórico de Bariri, o prédio,que já foi sede da Sociedade Italiana de Beneficência 4 de Novembro, foi o local escolhido pelo grupo formado por Aziz Chidid Neto, Ari Francisco Fiadi, José Augusto Barboza Cava, Osni Ferrari e Ângelo Roberto Falseti, fundadores do museu para preservar a memória da façanha que faz parte da história do município. Durante a inauguração haverá o lançamento do livro ‘Museu Mário Fava – Histórias de Bariri’, do escritor José Augusto Barboza Cava.

Serviço
Inauguração Museu Mário Fava
Data: 21/07/2018
Horário: 11 horas
Endereço: Rua Tiradentes, nº 410, Bariri, São Paulo

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31