DISTRITO FEDERAL, Brasília - O ministro da Cultura, Marcelo Calero, recebeu todas as entidades representativas dos servidores do Sistema do Ministério da Cultura (MinC) na tarde desta quinta-feira (9), em seu gabinete, em Brasília.

Calero disse que aquele era um momento de escuta das demandas dos servidores, garantiu interlocução permanente com os trabalhadores, enfatizou o fato de também ser um servidor público de carreira há 11 anos e salientou que sua gestão será marcada pelo trabalho em prol da coisa pública e pela construção coletiva.

Após ressaltar o difícil momento político e econômico pelo qual passa o país, o ministro pediu disposição para o diálogo. "Faço um apelo para que nós, que somos servidores de carreira do Estado brasileiro, estejamos juntos para fazer essa travessia", disse.

Marcelo Calero afirmou que irá prezar pela ampliação do número de servidores de carreira ocupando cargos comissionados, lutará pela valorização permanente dos funcionários do quadro e que deverá anunciar em breve conquistas que vêm sendo obtidas junto ao Ministério da Fazenda.

Na mesma linha, o secretário executivo do MinC, Volnei Canônica, afirmou que a gestão prezará pelas políticas públicas de Estado, pelo diálogo franco e não admitirá qualquer retrocesso. "Vamos fazer um pacto: trabalhar juntos em prol das melhorias que são necessárias. O que a gente quer é trabalhar", enfatizou.

Os representantes dos servidores levantaram uma série de demandas, sobretudo aquelas já pactuadas em acordos anteriores, mas ainda não cumpridas pelo Governo Federal. Entre elas se destacam o reajuste salarial, a construção de um plano de carreira, a implementação de uma gestão participativa que empodere os servidores, incentivo à capacitação e melhorias de infraestrutura.

O ministro da Cultura solicitou, já para os próximos dias, reuniões com cada uma das entidades presentes para tratar de suas pautas específicas, e também cobrou o agendamento de uma reunião da Grupo Permanente de Condições de Trabalho (GPCOT) do MinC.

Os representantes dos trabalhadores presentes na reunião eram: o vice-presidente e a diretora da Associação dos Servidores da Fundação Biblioteca Nacional (ASBN), André Lippman e Valéria Lemos; o presidente da Associação dos Servidores da Fundação Casa de Rui Barbosa (ASFCRB), Walter Honorato; o presidente da Associação dos Servidores Públicos da Ancine (Aspac), Solon de Luna Freira da Fonseca; o presidente da Associação dos Profissional dos Trabalhadores do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural Nacional (Asphan), Leonardo Barreto; a presidenta e o vice da Associação dos Servidores da Funarte (Asserte), Julia Guedes e Paulo César Soares; o presidente e a vice da Associação dos Servidores do Ministério da Cultura (Asminc), Sérgio Pinto e Sônia Elisa; o presidente da Associação dos Servidores do Ibram (Asbram), Andre Angulo; além dos representantes da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Sérgio Ronaldo e Jussara Griffo.

Representando o MinC, além do ministro e do secretário executivo, também participaram a subsecretária de Planejamento, Orçamento e Administração (Spoa), Ana Flávia Leite, e o coordenador geral da Coordenação de Gestão de Pessoas (Cogep), Gilton de Matos.

Fonte: MinC - Vinicius Mansur

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31