DISTRITO FEDERAL, Brasília - Um dos símbolos pernambucanos, Patrimônio Cultural Brasileiro e também Patrimônio Mundial reconhecido pela Unesco, a cidade de Olinda é reconhecida pela combinação de suas belezas naturais e um conjunto urbano de valor inestimável.

Foto: Sandro Barros (Prefeitura de Olinda)

Entre os destaques dessa paisagem estão a Igreja do Bonfim e o Convento de São Francisco, que agora estão ainda mais bonitos para receber turistas e fiéis.

No Convento de São Francisco, o mais antigo da Ordem Franciscana no país, um importante espaço urbano foi recuperado, com a requalificação de toda a área do adro e do largo do cruzeiro. Já a Igreja do Bonfim foi completamente restaurada, em intervenção que incluiu também os bens integrados e imagens sacras. O resultado das duas obras, que somam cerca de R$ 5,16 milhões investidos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), será conhecido no próximo dia 24 de outubro, em cerimônia realizada com o apoio da Prefeitura Municipal de Olinda e a Arquidiocese de Recife e Olinda – parceiras na execução dos trabalhos. O evento acontecerá na Igreja do Bonfim, às 15h, com a presença da presidente do Iphan, Kátia Bogéa; do diretor do Departamento de Projetos Especiais do Iphan, Robson de Almeida; da superintendente do Iphan em Pernambuco, Renata Borba; Dom Fernando Saburido, arcebispo de Recife e Olinda; Lupércio do Nascimento, prefeito de Olinda; entre outras autoridades locais. A cerimônia contará com uma apresentação da Orquestra do Centro de Educação Musical de Olinda.

Um novo adro para o Convento
Com recursos de R$ 3,07 milhões do Iphan e dois anos e oito meses de duração, foram realizadas a reintegração e reabilitação do adro e do ambiente formado pelo largo do cruzeiro do Convento Franciscano de Olinda. A obra também incluiu a restauração da fachada principal e da calçada; restauração da cruz e do cruzeiro; consolidação dos vestígios arqueológicos; além de implantação de projeto turístico-interpretativo e condições de acessibilidade. Desse modo, a intervenção possibilitou a valorização e melhoria da qualidade do espaço, a fim de atender as necessidades da comunidade e da cidade como um todo.

Parte do conjunto tombado da Igreja de Nossa Senhora das Neves, o Convento Franciscano teve sua construção iniciada em 1585 e grande parte das obras de azulejaria e demais trabalhos artísticos foram realizados a partir do século XVII. O adro e o largo do cruzeiro já aparecem nos mapas mais antigos da cidade, sendo então considerados como parte fundamental da história urbana de Olinda. O espaço do adro, em si configura-se como uma relevante solução urbanística, pois tira partido da topografia do terreno, colocando a Igreja e o Convento em um plano mais elevado, mas ainda integrado ao conjunto.

Adro do Convento Franciscano de Olinda (Foto: divulgação/Iphan)

Igreja do Bonfim de portas abertas
Após ter sido fechada pela Defesa Civil de Olinda, devido a seu avançado grau de degradação, a Igreja do Bonfim passou por uma restauração completa, com investimentos de cerca de R$ 2,09 milhões do Iphan e agora será reaberta à população. Em um ano e meio de trabalhos foram realizadas também a restauração dos bens móveis, integrados e imagens sacras, assim como a estabilização da estrutura do templo e a reorganização do ossuário.

A intervenção teve projeto fornecido pela Arquidiocese de Olinda e Recife e foi proposta pela Prefeitura Municipal de Olinda, com execução do Iphan. A Igreja do Bonfim é uma das duas dedicadas ao Senhor do Bonfim no país, e foi construída em 1758, quando também se deu a criação da Irmandade responsável pela sua administração. Entre 1919 e 1935, várias modificações foram realizadas no local, incluindo a alteração de sua fachada, agora também recuperada após a restauração.

Investimentos no Patrimônio Cultural de Pernambuco
Ainda como parte da agenda em Pernambuco, a presidente e o diretor do Iphan visitarão as restaurações das igrejas Matriz de Santo Antônio e Nossa Senhora da Conceição dos Militares, em Recife, cujas obras civis estão em fase de conclusão. Ambas estão em execução desde outubro de 2014 e novas etapas, referentes aos elementos artísticos e integrados, também estão em andamento.

Essas ações são parte de um conjunto de investimentos que o Governo Federal, por meio do Iphan, tem realizado nas cidades históricas brasileiras. A restauração das bicas de Olinda está em fase final de execução e a etapa civil da restauração da Igreja de São Pedro dos Clérigos, de Recife, também foi concluída. Em Fernando de Noronha, está em execução a restauração da Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios. Com isso, soma-se R$ 26,3 milhões em recursos investidos no Patrimônio Cultural de Pernambuco nos últimos anos.

Serviço
Entrega das obras de restauração da Igreja do Bonfim e requalificação do adro do Convento Franciscano de Olinda
Data: 24 de outubro, 15h
Local: Igreja do Bonfim
Rua do Bonfim, Carmo – Olinda/PE

Fonte: Iphan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30