DISTRITO FEDERAL, Brasília - O Secretário Especial da Cultura do Ministério da Cidadania, Henrique Pires, recebeu, nesta quinta-feira (31), a deputada estadual Letícia Aguiar (PSL-SP), na sede da Secretaria, em Brasília.

O Secretário Especial da Cultura, Henrique Pires, e a deputada estadual Letícia Aguiar (PSL-SP) abordaram a situação do Sítio do Picapau Amarelo, antiga moradia do escritor Monteiro Lobato (Foto: Ronaldo Caldas / Ascom Ministério da Cidadania)

A parlamentar pediu apoio para viabilizar a reestruturação do Sítio do Picapau Amarelo, espaço cultural na cidade de Taubaté, onde o escritor Monteiro Lobato chegou a morar e herdou do avô materno, o Visconde de Tremembé. No local, atualmente funciona um museu, que enfrenta alguns problemas estruturais. A sugestão da deputada é que o espaço seja transformado em um grande parque temático.

O secretário demonstrou interesse na proposta. “Daremos atenção especial ao assunto. Além da parte literária ser forte, as produções de televisão deram visibilidade aos personagens Narizinho, Dona Benta, Visconde de Sabugosa”, afirmou. Henrique Pires lembrou do Prêmio Monteiro Lobato de Literatura para a Infância e a Juventude, em parceria com Portugal, em tramitação no Congresso Nacional. “Não tem sentido a gente fazer um prêmio internacional de Monteiro Lobato e ter um lugar, que era casa dele, abandonado”, argumentou.

Pires lembrou, ainda, que, desde 1º de janeiro, as obras do Lobato passaram para domínio público, o que só deve aumentar o interesse em reedições das obras do escritor de Taubaté.

A deputada aproveitou a ocasião para fazer um convite para que Henrique Pires visite o estado, o que ele concordou em fazê-lo oportunamente.

Letícia Aguiar tratou ainda da possibilidade de ajuda a promover apoios do governo federal para reforma e revitalização de equipamentos culturais no interior do estado de São Paulo, entre eles a reforma do cinema do município de Santa Branca e revitalização do museu dos Bandeirantes, em Santana do Parnaíba.

Prêmio Monteiro Lobato
O projeto encontra-se na Câmara dos Deputados e já foi aprovado em duas comissões da Câmara dos Deputados no ano passado. O próximo passo é a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), e seguir para votação no plenário da Câmara. Depois desta aprovação, deve passar por comissões e ir ao Plenário do Senado. Se aprovado, vai para promulgação.

Fonte: Assessoria de Comunicação/ Secretaria Especial da Cultura/ Ministério da Cidadania

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31