DISTRITO FEDERAL, Brasília - Foi publicada nesta quinta-feira (21), no Diário Oficial da União, a nomeação de Paulo César Brasil do Amaral como presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), instituição do Ministério da Cidadania responsável pela Política Nacional de Museus (PNM), pela administração direta de 30 museus e pela melhoria dos serviços do setor.

Paulo Amaral é artista plástico, curador de artes, escritor e engenheiro civil formado pela PUC/RS (Foto: Mauro Vieira/Ministério da Cidadania)

Paulo Amaral é artista plástico, curador de artes, escritor e engenheiro civil formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Foi diretor do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Margs) em três ocasiões: entre abril de 1997 e dezembro de 1998, período em que conduziu as definitivas obras de restauro do museu; de janeiro de 2003 a janeiro de 2007; e de 2015 a janeiro de 2019, quando deixou o cargo para unir-se à equipe do Ministério da Cidadania.

Participou de inúmeras exposições individuais e coletivas e de salões de arte ao longo de sua carreira como artista plástico. Suas obras integram acervos de diversas instituições, como a Pinacoteca Aldo Locatelli (RS), o MARGS, o Museu da Gravura Brasileira de Bagé (RS), o Stedelijke Museum van Aalst (Bélgica) e coleções privadas no Brasil e no exterior.

Amaral foi responsável pela curadoria e chefiou as atividades do Rio Grande do Sul no Ano do Brasil na França (Saison Brésil-France), da exposição Vasco Prado – A Escultura em Traço e da mostra Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, que integrou a missão cultural do Rio Grande do Sul na República Tcheca, entre outras.

Foi diretor institucional pelo Rio Grande do Sul na I Bienal de Artes Plásticas do Mercosul, em 1997, em Porto Alegre. A partir da terceira edição, passou a compor o Conselho da Fundação Bienal, cargo que deixou em 2015.

Em 1994, recebeu a Comenda da Ordem do Mérito das Belas Artes, do estado do Rio de Janeiro, no grau de Comendador, e, em 2006, o título de Cidadão Honorífico da Cidade de Porto Alegre. Desde 2010, integra a Academia Brasileira de Belas Artes, na qual ingressou pela cadeira de Di Cavalcanti. Em 2017, recebeu a mais alta honraria da Academia, a Grande Medalha de Honra.

Fonte: Assessoria de Comunicação/ Secretaria Especial da Cultura/ Ministério da Cidadania

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31