PARANÁ, Curitiba - Os espaços museológicos da Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) abrem com horário especial durante o feriado de Carnaval.

Foto: Kraw Penas/SEEC

Essa é uma boa oportunidade para quem fica em Curitiba ou vem à capital de conhecer ou revisitar os museus.

Reaberto ao público recentemente, o Museu Casa Alfredo Andersen (MCAA) passou por obras de restauro e foi totalmente remodelado. O público pode conferir de perto o espaço onde morou o artista norueguês Alfredo Andersen, e contemplar parte de sua obra, além da exposição “in situ/em trânsito”, que tem curadoria de Eliane Prolik e Adolfo Montejo Navas. A mostra apresenta um conjunto de 33 pinturas a óleo, 32 desenhos, além de fotografias, documentos e objetos da escola-ateliê do artista.

No Museu Paranaense (MP), o visitante pode conferir o circuito expositivo “Ocupação do Território Paranaense”, que foi totalmente renovado e fica no anexo do museu. São histórias do Paraná contadas por seus principais atores: dos indígenas aos imigrantes, dos conflitos armados às festas populares presentes no Estado. No prédio histórico estão expostas: “Dinheiro e Honraria: o acervo de numismática do Museu Paranaense”, “A cidade e suas ruas: retratos dos personagens de Curitiba”, “Clubes sociais negros do Paraná”, entre outras mostras.

Quem for ao Museu Oscar Niemeyer (MON) pode visitar as exposições: “Politopos Irregulares – Didonet Thomaz”, “Diáfano – reflexos, transparências e opacidade na obra de Carlos Fajardo”, “Estruturas e Valores – Antonio Arney”, “Nemer | Aquarelas recentes – Geometria residual”, “Bienal 25 anos”, “Pierre Verger”, “Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses” e “Serguei Maksimishin – O último Império”. Esta última traz imagens da Rússia contemporânea. Uma imersão, por meio de 65 fotografias, em um país de proporções gigantescas.

O Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC-PR) apresenta a exposição “Tempos Sensíveis”, na sala 8 do MON (a sede do centro está temporariamente fechada para reforma e restauro). Com a curadoria de Agnaldo Farias, a mostra reúne obras do acervo em que a sensibilidade e a reflexão ficam evidentes. São 96 obras de 79 artistas, entre eles Livio Abramo, Carlos Zilio, Käthe Kollwitz, Poty, Carina Weidle, Luciano Zanette, entre outros. O MAC-PR funciona temporariamente nas salas 8 e 9 do MON enquanto sua sede, no centro de Curitiba, passa por obras de restauro.

Quem passar pelo Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR) pode conhecer a exposição “CINEMIS", que traz fotos de filmes clássicos, cartazes de cinema e sinopses de filmes. Um resgate da história cinematográfica a partir do acervo do jornalista e colecionador curitibano Aramis Milarch e do antigo Cine Morgenau. Além da coleção tridimensional do museu, composta por rádios, radiolas, toca-discos, moviolas, câmeras fotográficas e projetores.

Já no Museu do Expedicionário (MEXP) é possível ver a exposição permanente que retrata a participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) durante a Segunda Guerra Mundial, a partir de um vasto material histórico com fotografias, filmes, mapas, livros, ilustrações, peças e documentos.

 

Foto: Serguei Maksimishin


Serviço
Museu de Arte Contemporânea do Paraná – Rua Marechal Hermes, 999. (41) 3323-5328. Curitiba-PR
Museu do Expedicionário – Praça do Expedicionário, s/nº. (41) 3362-8231. Curitiba-PR
Museu da Imagem e do Som do Paraná - Rua Barão do Rio Branco, 395. (41) 3232-9113. Curitiba-PR
Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999. (41) 3350-4400. Curitiba-PR
Museu Casa Alfredo Andersen – Rua Mateus Leme, 336. (41) 3222-8262. Curitiba-PR
Museu Paranaense – Rua Kellers, 289. (41) 3304-3300. Curitiba-PR

Fonte: SEEC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31