MINAS GERAIS, Belo Horizonte - O passeio começa em uma sala escura, onde um simples toque nas argolas acende palavras.

Reflexão sobre a diversidade das matrizes energéticas perpassa toda a mostra (Luiza Bragança / Espaço do Conhecimento UFMG)

O Gerador de curiosidades é apenas o início de um mergulho pelo mundo da energia e do movimento, duas palavras muito importantes para compreender como o ser humano atua no mundo. Dessa sala enigmática, o visitante alcança a Floresta de verbetes, em que tecidos suspensos explicam os dois conceitos pela perspectiva de várias áreas. Afinal, a ideia de energia não é a mesma para a química, a música, a política ou as artes digitais? Na mata povoada por palavras, o público percorre salas que instigam perguntas interessantes. O que nos move? O que movemos? Como as coisas se movem? Como movemos as coisas? Os questionamentos levam a discussões que passam por fluxos migratórios, matrizes energéticas, máquinas e motores.

Esse o tom da nova exposição do Espaço do Conhecimento UFMG, 'Energia em movimento'. Em cartaz até 30 de setembro e com entrada gratuita, a mostra tem curadoria do professor da Escola de Arquitetura da UFMG José dos Santos Cabral Filho, para quem o conceito de movimento é prova de que uma palavra não significa uma coisa só. Ela pode aparecer na física, para indicar a variação da posição de um objeto, mas diz respeito também a uma ação coletiva quando acompanhada do termo social. Com a palavra energia, não é diferente.

Energia em movimento é tema de matéria publicada na edição 2.053 do Boletim UFMG.

Fonte: UFMG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31