DISTRITO FEDERAL, Brasília - Começa a etapa final do Prêmio Rodrigo 2019.

A partir de agora, as 99 ações selecionadas passarão pela análise da Comissão Nacional de Avaliação, que se reunirá nos dias 26, 27 e 28 de agosto, na sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em Brasília, para definir quais serão os oito vencedores da maior premiação do Patrimônio Cultural Brasileiro.

Na fase estadual, 323 trabalhos de atuação no campo do Patrimônio Cultural foram inscritos em todo país. No entanto, os estados do Mato Grosso e Roraima não tiveram projetos escolhidos para a próxima fase. O resultado final do concurso deverá ser divulgado até o dia 05 de setembro. Cada premiado receberá um valor de R$30 mil.

Neste edital, o prêmio traz duas grandes categorias subdivididas em quatro segmentos. Portanto oito ações serão selecionadas, sendo uma de cada segmento, por categoria.

32ª Edição do Prêmio Rodrigo: Patrimônio Cultural do Sul
Em 2019, o Iphan está promovendo o Patrimônio Cultural do Sul do país. Desde sua criação, o Prêmio Rodrigo vem se aperfeiçoando e estabelecendo novas propostas que refletem a evolução das políticas de valorização e proteção dos bens culturais. A partir de 2016, a Cerimônia de Premiação passou a ser realizada em diferentes estados, visando estimular a participação comunitária na celebração das conquistas de parceiros que se dedicam à proteção, promoção e valorização do Patrimônio Cultural Brasileiro. Por isso, em consonância com a proposta do Iphan, a celebração da 32ª edição do Prêmio Rodrigo acontecerá em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Conheça a Comissão Nacional de Avaliação
A Comissão Nacional de Avaliação é presidida pela presidente do Iphan, Kátia Bogéa, e desempenha um papel de extrema relevância para a promoção dos bens culturais do Brasil. Responsável pela seleção dos trabalhos premiados, a comissão é formada por 20 profissionais do campo do patrimônio material, do patrimônio imaterial, por representantes de instituições públicas e da sociedade civil, experientes, qualificados e envolvidos em caráter permanente com a produção e proteção do Patrimônio Cultural Brasileiro.

Fonte: Iphan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31