SÃO PAULO, São Paulo - A exposição 'Muirapiranga', abrigada desde outubro na Funarte, chama a atenção do publico com suas esculturas de grandes proporções feitas em aço cortem.


Exposição 'Muirapiranga' (José Ernesto Passos/ divulgação)

Trata-se de um convite à experiência visual e tátil que emula elementos da natureza pouco presentes na vida das sociedades urbanas modernas. A atmosfera criada pela artista Elizabeth Titton para a mostra também atraiu o coletivo Urban Sketchers Brasil, que se reúne para criar releituras gráficas das mais importantes estruturas urbanas da cidade de São Paulo, e que fará visita à exposição no dia 8/12, entre 10h e 13h, para sessão especial de seu trabalho de ilustrações.

“Muirapiranga” debruça sobre a questão do olhar, com influência do filósofo Maurice Merleau-Ponty, e oferece ao publico uma coleção de portais e obeliscos de até quatro metros de altura. Neste sentido, estar localizada no coração da maior cidade do país é uma questão estratégica para potencialização do envolvimento do público, que é colocado, diariamente, em situação desafiadora quanto a sua capacidade de percepção do mundo ao seu redor, visto que vivemos em tempos de saturação da informação visual e da forte concorrência exercida pelos elementos virtuais no cotidiano.

A exposição ainda oferece estrutura especial para deficientes visuais, que podem contar com piso tátil, guia em braile e acesso a QR codes com audiodescrição de cada obra. A artista ainda disponibiliza sete de suas criações em miniatura, de forma a ofertá-los uma experiência mais completa.

Entre os dias 3 e 7/12, Eliabeth Titton, criadora da exposição, também oferece oficina de desenho com base em metodologia de Betty Edwards chamada ‘Desenhando com o Lado Direito do Cérebro’, que se propõe a fazer do desenho algo tão acessível a todos quanto a escrita. Este método é composto de exercícios práticos que levam os participantes a verem o objeto a ser desenhado sob um novo ponto de vista, com a peça sendo observada a partir de um padrão de ‘observação limpa’ - olhar sem pensamento.


Exposição 'Muirapiranga' (José Ernesto Passos/ divulgação)


Serviço
Muirapiranga
Horário de visitação: terça a sexta, das 10h às 18h; sábado e domingo, das 14h às 21h
Ingresso: gratuito
Até 20 de janeiro de 2020

Visita do coletivo Urban Sketchers Brasil
Dia 8/12, das 10h às 13h, na sede da Funarte-SP

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31