MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Será realizado na cidade de Mariana, no dia 23 de julho, o workshop “Estudos confrariais na historiografia mineira". O encontro vai apresentar as recentes pesquisas que abordam as irmandades e a sua presença nas relações de sociabilidade nas Minas Gerais nos séculos 18 e 19.

Com o objetivo de investigar a historiografia acerca das associações leigas, “Estudos confrariais na historiografia mineira” homenageia o intelectual Fritz Teixeira de Salles (1915-1981) que publicou, em 1963, o pioneiro estudo “Associações Religiosas no Ciclo do Ouro”. A obra interpretou, pela primeira vez, as irmandades sob a perspectiva sociológica, com suas “heranças singulares na atmosfera humana ou no estilo de viver de quase todas as pequenas cidades de Minas”.
 
Coordenadora do workshop e especialista no assunto, a professora doutora Adalgisa Arantes Campos destaca a importância de se realizarem eventos que investiguem e traduzam “o fascinante mundo” das irmandades e a interpretação do seu contexto de atuação no período colonial.
 
O evento, organizado por docentes e discentes da Faculdade Arquidiocesana de Mariana (FAM) e do Departamento de História da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (FAFICH/UFMG), será realizado na Igreja de São Pedro dos Clérigos com participação livre de estudantes e interessados, mediante inscrição pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Sobre Fritz
Manoel Frederico Teixeira de Salles (Fritz), não só era um bravo, na definição de Carlos Drummond de Andrade, como também um múltiplo. Nascido em Santa Luzia, em 06 de março de 1915, reuniu em si as atividades de poeta, ensaísta, professor, crítico e historiador. Em sua autobiografia, provavelmente escrita em princípio da década de 1970, Fritz estabelece um retrato muito interessante das gentes das minas e das gerais e de suas várias aventuras, descobertas e projetos. Sobre sua relação com o patrimônio ele diz: “Convidado por Rodrigo Mello Franco de Andrade, ingressou no Patrimônio Histórico por volta de 1946. Trabalhavam ali pessoas ilustríssimas (...). O Patrimônio, planejado e organizado pelo grande Mário de Andrade, naqueles primeiros anos, realizou trabalhos impressionantes: pesquisas, revelações, descobertas de arquivos inteiros e, acima de tudo, descobriu numerosos recibos assinados pelo Aleijadinho. Tudo isso e as restaurações de igrejas e cidades, como Ouro Preto”.
 
É de sua autoria o pioneiro e destacado trabalho sobre as irmandades religiosas mineiras: Associações Religiosas no Ciclo do Ouro, publicado pela primeira vez em 1963. Fritz esteve sob o comando do arquiteto Sylvio de Vasconcellos no 3º Distrito responsável pelos serviços do DPHAN em Minas Gerais, durante a chamada fase heroica do IPHAN, como perito em belas artes e de conservador. Sua carreira trilhou ainda pela poesia e literatura. Foi um dos fundadores da Universidade de Brasília. Fritz faleceu em Belo Horizonte, em 14 de abril de 1981.
 
Serviço:
Workshop “Estudos confrariais na historiografia mineira” - homenagem a Fritz Teixeira de Salles
Data: 23/07/2016, a partir das 13h
Local: Igreja São Pedro dos Clérigos – R. Dom Silvério, s/n - Colina de São Pedro, Mariana/MG
Inscrições: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

PROGRAMAÇÃO
13h – Recebimento dos convidados
13h20 - Conferência de Abertura: Fritz Teixeira de Sales e a história social das irmandades de Minas Gerais, com Dr. Francisco Andrade (UFOP)
14h - O calendário festivo dos Terceiros Carmelitas em Minas Gerais – séculos XVIII e XIX, com Ms. Leandro Gonçalves de Rezende (UFMG)
14h25 - Os irmãos franciscanos: instalação e consolidação da Ordem Terceira em Mariana, com Ms. Natália Casagrande Salvador (UNICAMP)
14h50 – A Ordem Terceira do Carmo de Vila Rica e suas ramificações em Minas Gerais – século XVIII, com Maria Agripina Neves (MAS – Museu de Arte Sacra de Ouro Preto)
15h30 - Os pardos do Cordão nas Minas setecentistas: devoção e perfil social
Doutoranda Maria Clara Caldas (UFMG)
16h - Irmandades de sedes paroquiais: Igreja Matriz do Bom Sucesso de Caeté (século XVIII), com Thomás A. Silva Santos, Silvana Mary Bettio e Daniel Medeiros de Souza (curso de Barroco Mineiro/UFMG)
16h30 - O Jubileu de Bom Jesus de Matosinhos de Congonhas, com Ms. Herinaldo Alves
17h - Conferência de Encerramento: As irmandades da Misericórdia na América portuguesa: história e historiografia, com Dr. Renato Franco (UFF)

Fonte: SEC MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31