A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e suas unidades vinculadas – Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon e Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – lamentam o falecimento do artista plástico baiano Sante Scaldaferri, aos 88 anos, na noite deste domingo (15).

A SecultBA transmite o seu pesar aos familiares e amigos. O enterro está marcado para as 17 horas desta segunda-feira (16), no Campo Santo, na Federação.

Nascido em 1928, Sante Scaldaferri graduou-se pela escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia e integrou, na década de 40, a importante geração da revista MAPA, ao lado de Glauber Rocha, Calasans Neto, Florisvaldo Mattos, João Ubaldo Ribeiro e outros importantes nomes.

Em estilo expressionista e, principalmente, no retrato da Bahia e seu cotidiano e do drama do sertão nordestino, sua obra ganhou grande dimensão.

(Secult BA)

Impossível pensar em Paris e não pensar em moda. Para quem gosta de ambos os assuntos, o professor do curso de Moda da Faculdade Santa Marcelina e historiador João Braga fará uma palestra gratuita, no dia 18 de maio, com início às 13h na unidade Perdizes da instituição.

“Capital da França e capital mundial da moda, a cidade de Paris atrai a atenção quando se trata das novidades relativas à moda, e isto não é de agora, vem de longa data”, diz Braga, que tratará do histórico dessa mistura da cidade com o mundo fashion por diversos vieses.

O docente é extremamente querido pelos alunos do curso, principalmente por não limitar suas aulas apenas aos temas primários, mas falar de outras formas de arte, como cinema e arquitetura, por exemplo. Por isso, é possível esperar que a moda seja apenas um dos assuntos relevantes levantados durante a apresentação. O professor ainda afirma que também dará outros panoramas.

Esta palestra tem como objetivo elucidar quando e como Paris tornou-se o centro irradiador de moda, como se reinventa por intermédio das novas dinâmicas do setor”, finaliza. E como a mesma Cidade Luz se atualiza e mantém sua identidade lançadora e legitimadora das propostas de moda”.

Palestra “Paris e a moda” com João Braga
Dia 18 de maio, das 13h às 14h
FASM Perdizes – Auditório Laura Abraão
Rua Dr. Emílio Ribas, 89 – Perdizes - SP

O "Contatos com a arte" dá continuidade aos encontros mensais sobre história da arte com o professor Felipe Martinez. Dessa vez, o tema será o Maneirismo, termo cunhado pelos historiadores para agrupar a produção artística feita entre o período do alta renascença e o início das primeiras manifestações do Barroco. Serão analisadas as diferentes características deste período, por meio das obras de importantes artistas, como Parmigianino, Bronzino, Cellini e Pontormo.

Serviço

O Maneirismo
19 mai (qui)
19h - 21h
Local: Auditório Lina Bo Bardi - MAM. Vagas limitadas.
Inscrições e informações: 11 5085-1313 e Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Atenção:
para inscrição, envie um e-mail com os seguintes dados:
- nome completo
- telefone para contato
- nome da instituição (trabalho/ ensino)

A partir da próxima segunda-feira, dia 16 de maio, 1.236 museus e instituições culturais pelo Brasil vão participar da 14ª Semana Nacional de Museus. A data coincide com o aniversário de 17 anos do Museu da Vida (campus da Fiocruz, na Avenida Brasil, 4365, em Manguinhos).

Para comemorar os eventos, o museu preparou uma programação especial, composta por palestras com especialistas, exposições artísticas e culturais, visita e caminhada históricas, além de apresentações de dança, teatro e até um bloco de Carnaval.

A programação completa pode ser conferida em www.museudavida.fiocruz.br

O horário de funcionamento é das 9h às 16h30, de terça a sexta, e no sábado, das 10h às 16h, com entrada gratuita.

Mais informações: tel.: 2590-6747.

(FAPERJ)

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do Sr. Antônio Gomes Tição.

Ele deixa como legado belíssimo a trajetória marcada pelo respeito ao próximo, amor e dedicação à família.

Em seu trabalho de conformação do Museu Casa da Princesa montou coleções, promoveu o museu e manteve a manutenção da Casa.

Sua dedicação ao patrimônio cultural é exemplar, de modo a contribuir com a preservação da memória de Pilar de Goiás e do estado de Goiás.

Diante desta perda irreparável, nos solidarizamos com seus familiares e amigos e representantes das instituições locais.

(Ibram/MinC)

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31