RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A mostra 'Telúrica' passa a ocupar  a Galeria Candido Portinari, na Uerj, a partir do dia 10 de novembro. Com a utilização de materiais orgânicos, Daniela Antonelli apresenta esculturas, desenhos e instalações, que se reportam à energia proveniente da Terra, contrastando equilíbrio, movimento, magnetismo e gravidade.

“Telúricas são as correntes elétricas que ocorrem no interior do planeta. O título diz respeito à origem e ao fim: da terra extraímos o alimento que possibilita a vida e é onde somos enterrados após a morte de nossos corpos”, diz a curadora Fernanda Pequeno, coordenadora do setor de exposições do Departamento Cultural da universidade e professora do Instituto de Artes.

Nas peças suspensas, a artista valoriza a síntese. “Por essencial entendo o que é absolutamente necessário, indispensável na constituição de algo”, afirma Antonelli, que faz uso de couro, pedras, penas, galhos, conchas e ossos na composição de seus trabalhos.

A exposição fica aberta para visitação das 9h às 20h, na  Galeria Candido Portinari, localizada na Rua São Francisco Xavier, 524, no bairro do Maracanã, Rio de Janeiro, até o dia 16 de dezembro.

Serviço:
'Exposição Telúrica', com curadoria de Fernanda Pequeno
Inauguração: 10 de novembro, às 18h
Visitação: até 16 de dezembro, das 9h às 20h
Local: Galeria Candido Portinari - Rua São Francisco Xavier, 524 – Maracanã, Campus da Uerj
Entrada franca
Mais informações: (21) 2334-0114

Fonte: Jornal do Brasil

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31