RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A Fundação Eva Klabin, instalada há 22 anos em um casarão na Lagoa Rodrigo de Freitas, passou a ser Casa Museu.

E para marcar essa transformação a visitação guiada terá entrada gratuita aos finais de semana a partir do dia 1º de abril. Atualmente, o ingresso custa R$ 10 por pessoa.

A coleção tem obras que poderiam estar nos museus mais conceituados do mundo, como pinturas de Tintoretto, Donatello, Botticelli e Pissarro. São cerca de duas mil peças que representam quase 50 séculos de história, passando do Egito Antigo ao Impressionismo, que incluem pinturas, esculturas, mobiliário e objetos de arte decorativa.

Sala Renascença (foto: divulgação)

Eva Klabin (1903-1991) foi uma das figuras mais emblemáticas da sociedade carioca nos anos 60, quando recebia para festas de gala na Lagoa personalidades como JK, David Rockefeller, Henri Kissinger e Shimon Perez. Além da vida social intensa, onde trocava o dia pela noite, Eva colecionou ao longo dos anos um dos mais importantes acervos de arte clássica dos museus brasileiros.

Sem herdeiros, criou a Fundação Eva Klabin em 1990 com uma exposição permanente e aberta ao público na residência em que viveu por mais de 30 anos. O imóvel, de 1931, foi uma das primeiras residências da então recém-urbanizada Lagoa Rodrigo de Freitas. Suas dimensões eram modestas e seu estilo normando foi um modismo característico da época, bastante empregado nas casas balneares da cidade.

Casa Museu Eva Klabin
Avenida Epitácio Pessoa, 2480 - Lagoa - RJ
www.evaklabin.org.br | 21 3202-8550

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31