RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A Riotur, em conjunto com os órgãos públicos municipais competentes, realizou fiscalizações no Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas e encontrou irregularidades, tais como falta de prestação de contas legítima e eleições transparentes, não pagamento das tarifas públicas e desrespeito às posturas municipais.

A legitimidade da gestão também é contestada no Inquérito Civil do Ministério Público do Rio de Janeiro (2016.01137017), em notificação enviada à Riotur.

Importante salientar que as irregularidades encontradas na vistoria dos órgãos públicos evidenciam grave descumprimento contratual por parte da Associação de Feirantes do Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas. Tais argumentos corroboram a ação de rescindir o contrato entre as partes, conforme publicado nesta sexta-feira (26) no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro.

Na segunda-feira (29), será publicada no DO uma portaria instituindo uma Comissão Eleitoral para fins de formação da nova Comissão de Organização e Administração do Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, com um prazo estipulado de 45 dias para eleição do novo Conselho Orientador, formado e eleito pelos próprios feirantes. Durante este período, a Riotur executará diretamente o trabalho de administração do Pavilhão, através de seus servidores, garantindo o pleno funcionamento deste importante espaço cultural e de interesse turístico da cidade do Rio de Janeiro.

Fonte: Prefeitura do RJ

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31