RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A Escola de Artes Visuais do Parque Lage abriu duas exposições na última terça-feira (06/02), nas galerias 1 e 2 .

Com trabalhos da década de 70 de Carlos Vergara e Hélio Oiticica, as duas mostras dão visibilidade a questões pertinentes a transexuais, homossexuais e negros, ainda relevantes nos dias de hoje.

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage apresenta duas novas exposições (Foto: Divulgação)



Exposição de Hélio Oiticica
Com 80 imagens em slides e banda sonora como acompanhamento, a série Neyrótika integra a categoria ?quasi-cinema? na obra de Oiticica. Hélio é considerado um dos primeiros artistas a entender a nova dinâmica de comunicação. Com ênfase na não narração, mostra gays se divertindo em Nova York, e, paralelamente, questiona o estado autoritário.

Exposição de Carlos Vergara
Apresenta um recorte de cinco fotos da série do artista sobre o carnaval carioca. Com o Bloco Cacique de Ramos, Carlos Vergara registra um momento em que o Centro da Cidade, um lugar tradicionalmente político, palco de comícios, fica tomado pelo povo. Algumas fotos também aconteceram no Hotel Primor, com participação de travestis e transexuais.

Serviço
Local: Parque Lage (Rua Jardim Botânico, 414 - Rio de Janeiro)
Horário de Visitação: de segunda a domingo, de 10h às 17h
Telefone: (21) 3257-1800
Entrada franca

Fonte: SEC RJ

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31