RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) inaugurou ontem (12/04) a mostra 'Memória Literária - 150 Anos de Nascimento de Nestor Victor'.

Organizada pelo Arquivo-Museu de Literatura Brasileira da FCRB, a mostra permanece aberta ao público até o dia 12 de maio, no hall do edifício-sede da Fundação. A visitação pode ser feita de 2ª a 6ª feira, das 9 às 18 horas. A entrada é franca.

Divulgação/FCRB

No dia 27 de abril, como parte integrante da homenagem, haverá uma mesa-redonda com a participação dos pesquisadores Vera Lins, Eduardo Guerreiro e Rosângela Rangel. Os palestrantes falarão sobre Nestor Victor e a crítica, o movimento simbolista e o arquivo pessoal do escritor. A mesa será na sala de cursos, às 14 horas. A entrada também é franca.

Há exatos 150 anos nascia no dia 12 de abril, em Paranaguá, no Paraná, o escritor Nestor Vítor dos Santos (1868-1932). O autor participou do grupo dos simbolistas no Paraná e no Rio de Janeiro. Foi o responsável pela edição do poeta Cruz e Sousa de quem era amigo. Sobre ele escreveu Cruz e Sousa (1899) e O elogio do amigo (1921). Foi crítico, poeta e romancista. Foi também correspondente em Paris dos jornais Correio Paulistano e o Paiz, de 1902 a 1905. Essa permanência na capital francesa deu origem ao seu livro Paris, em que compara a cidade e a cultura francesa com o Rio de Janeiro e a cultura brasileira. A Fundação Casa de Rui Barbosa publicou sua obra crítica em 2 volumes. Essa mostra apresenta uma seleção dos seus livros, localizados na Biblioteca São Clemente e dos documentos do arquivo, encontrados no AMLB. Os documentos do arquivo do homenageado estão digitalizados e podem ser consultados no site da Fundação Casa de Rui Barbosa.

Fonte: FCRB

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31