MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Diagrama do erro: a condição de uma planície instável é o nome da exposição do aluno de artes visuais Raylander Mártis dos Anjos, da Escola de Belas Artes, aberta ao público, até 23 de junho, no Centro Cultural Salgado Filho.

Trata-se de instalação com esculturas, documentos e vídeo em que o artista reflete sobre temas como política, burocracia, poder, relação do homem com o trabalho e suas implicações na vida cotidiana.

Entre os destaques da mostra, está um grupo de esculturas presas ao teto do ambiente, que, segundo o artista, sugerem uma condição de frouxidão. Em outra obra, cupons fiscais coletados e arranjados no chão formam um grande empilhamento.

No vídeo No raio de, produzido no ano passado, um homem vestido com camisa social e gravata entra no banheiro e começa a tomar banho sem tirar a roupa do corpo, o que pode ser interpretado como uma crítica ao sentido de urgência que comanda a vida contemporânea.. A ideia de instabilidade é um principio norteador das investigações estéticas conduzidas por Raylander.

A exposição pode ser visitada às segundas-feiras, das 9h às 18h, às terças, das 9h às 19h30, e de quarta a sexta, das 9h às 18h.

O Centro Cultural Salgado Filho está localizado na Rua Nova Ponte, 22, bairro Salgado Filho, Belo Horizonte (MG).

Fonte: UFMG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31