SANTA CATARINA, Florianópolis - Desde que chegou à Fundação Catarinense de Cultura (FCC) na última semana, a presidente Ana Lúcia Coutinho tem se dedicado a conhecer as ações propostas pelo corpo técnico e os projetos para as casas administradas pelo órgão.

Foto: divulgação/FCC

Também analisa a situação financeira e as principais urgências da FCC. Nesta segunda-feira, 14, reuniu-se com um grupo de servidores para planejamento e gestão.

Ana Lúcia Coutinho é graduada e especialista em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), doutora em Antropologia de Ibero-América pela Universidade de Salamanca (Espanha) e Estudos Avançados em Antropologia de Ibero-América pela mesma universidade. Também é especialista em Patrimônio Cultural pela DUO/Unesco e traz, ainda, em seu currículo o Curso de Formação de Dirigentes Públicos da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Além disso, é especialista em Administração e Organização Documental pela Universidade de São Paulo (USP). Ana Lúcia acumula outras experiências profissionais ligadas ao setor, entre as quais, foi diretora do Museu Nacional do Mar (São Francisco do Sul) entre os anos de 2008 e 2012 e voluntária na comissão de patrimônio imaterial catarinense da FCC.

O fortalecimento da FCC, a circulação de ações culturais no interior do estado e a valorização do patrimônio - muito presente no Museu Nacional do Mar e no Museu Etnográfico, em Biguaçu - estão entre as principais intenções da nova presidente. Também entrará na pauta a programação das comemorações de 40 anos da FCC, já que serão realizadas diversas atividades durante esse ano.

Fonte: Ascom FCC

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31