SÃO PAULO, São Paulo - Salvador abrigará a 11ª Bienal da UNE, oferecendo uma programação intensa que envolve shows, espetáculos, atividades culturais, além de oficinas, conferências e a Culturata.

A abertura se dá nesta quarta-feira, dia 6 de fevereiro, às 19h no Palco Principal do Teatro Castro Alves, com a conferência "Gil, um reencontro com o Brasil", recebendo o cantor e compositor Gilberto Gil, que ao lado da escritora Ana de Oliveira lança o livro "Disposições Amoráveis" e com intervenções musicais de Tiganá Santana.

Num período onde novos patrulhamentos ideológicos e políticos emergem, a 11º Bienal da UNE – Festival dos Estudantes também será um convite ao reencontro do Brasil da festa em meio à resistência. A UNE vai celebrar seus 20 anos de enaltecimento da cultura popular na cidade que realizou sua 1ª Bienal de Arte e Cultura em 1999, bem como onde a entidade foi refundada há 40 anos depois de desmantelada pela ditadura militar. O evento se propõe a refletir sobre democracia e seu papel para sociedade brasileira, bem como faz uma defesa da universidade brasileira e da cultura.

Para pensar democracia e a conjuntura política brasileira, a Bienal da UNE receberá em suas conferências nomes como Manuela D'Avila, o deputado Federal Marcelo Freixo, o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto-MTST Guilherme Boulos, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes, o Senador Jacques Wagner e o pensador português Boaventura de Souza dos Santos, o ator Antonio Pitanga e nomes da classe política como Ciro Gomes, Jacques Wagner, o governador do Maranhão Flávio Dino, os ex-ministros da Cultura Juca Ferreira entre outras personalidades.

Atrações Musicais
No Wet n' Wild, desfilarão nomes como Djonga, as cantoras Márcia Castro e Márcia Short, com o projeto Xarás, no dia 7, OQuadro e Baiana System, na sexta-feira, dia 8, Francisco, El Hombre, Cortejo Afro em homenagem a Gilberto Gil e ÀTTOOXXÁ, no sábado, dia 9, sempre a partir das 23h. Toda programação é gratuita e aberta ao público.

Além dos shows, acontecerá a caminhada Culturata, que se concentra no Farol da Barra até o Cristo, reunindo atrações como Filhos de Gandhy, Banda Didá, Ilê Aiyê, a partir das 16h. A Bienal da UNE se configura como um verdadeiro festival de cultura, dando visibilidade à produção artística desenvolvida pelos jovens estudantes de todo país em diálogo com nomes reconhecidos. Considerado o maior encontro estudantil da América, o evento estima alcançar um público de 10 mil pessoas, entre baianos e jovens vindos dos mais diferentes locais do Brasil.

Pela primeira vez as três entidades estudantis nacionais - União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) se somam em um grande evento, dando origem ao Festival dos Estudantes, ampliando ainda mais o já considerado maior encontro estudantil da América São esperados mais de 10 mil estudantes vindos de todas as regiões do país, que vão se integrar ao povo baiano e fazer da Universidade Federal da Bahia a referência da produção artística desenvolvida pela juventude brasileira.

Mostras
A Bienal da UNE também envolve uma série de mostras de linguagens artísticas, como Teatro, Dança, Música, Audiovisual, Literatura e Slam com uma programação extensa no Campus Ondina da Universidade Federal da Bahia, exibindo a produção de estudantes secundaristas e universitários de todo país. Na Mostra Convidada, os destaques vão para espetáculos baianos como Medeia Negra, do Grupo Vilavox, às 19h e Looping: Bahia Overdub, dos artistas Rita Aquino, Felipe Assis e Leonardo França, às 20h, ambos no dia 07 de fevereiro, na Escola de Dança da UFBA. Outro destaque é a homenagem ao ator Antônio Pitanga, que participará da sessão de exibição do documentário Pitanga, sobre sua trajetória, no dia 08 de janeiro, sexta-feira, às 18h15, no Auditório da Faculdade de Comunicação em Ondina

Entre os destaques das conferências, a Bienal da UNE receberá o pensador Boaventura de Souza dos Santos para debater o tema Os desafios para uma educação crítica e emancipadora no século XXI, no dia 07 de fevereiro, às 16h30h às 19h em diálogo com o Reitor da UFBA, João Carlos Salles. Na oportunidade, os intelectuais discutirão a crise de intermediação e de representação política em todo o planeta, ameaçada pelo avanço do extremismo político, do nacionalismo e da intolerância, traz consequências diretas para o modelo de educação que estará vigente pelo próximo período, no Palco Refazenda da tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

Serviço
11ª Bienal da UNE – Festival dos Estudantes
De 6 a 10 de fevereiro de 2019
Entrada franca
Universidade Federal da Bahia (UFBA), Campus Ondina
Programação completa: http://www.une.org.br

Abertura da Bienal da UNE
Abertura da 11° Bienal da UNE aula de espetáculo do livro "Disposições Amoráveis" de Gilberto Gil e Ana de Oliveira
Entrada Franca (serão priorizados os inscritos na Bienal e haverá distribuição de pulseiras 1h antes na bilheteria do Teatro Castro Alves)
Palco Principal do Teatro Castro Alves

Fonte: divulgação por e-mail

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31