RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - Compositor, intérprete e presidente da ala de compositores da Mangueira por quatro vezes, o sambista Rodemir Rodrigues Pereira faleceu nesta terça-feira (12) aos 74 anos, em função de um câncer.

O sambista Rody da Mangueira venceu dois concursos de samaba-enredo da escola (Foto: Reprodução Youtube)

Conhecido no mundo do samba como Rody da Mangueira, dedicou-se à verde-e-rosa por mais de 30 anos. Autor de mais de mais de 200 canções, teve várias delas gravadas por grandes nomes da MPB como Leci Brandão, Zeca Pagodinho, Luiz Ayrão e Bezerra da Silva, entre outros.

Por duas vezes, venceu o concurso de Sambas de Enredo pela Mangueira. Na sua primeira vitória deu o bicampeonato do Carnaval de 1987 como um dos autores do samba “No Reino das Palavras”. Em 1995, a escola ficou na sexta colocação do carnaval, um ano depois de haver amargado uma incômoda 11ª posição.

Intérprete experiente, dividiu com Jamelão a responsabilidade de defender os sambas da escola na avenida nas décadas de 80 e 90. Desde 2009, integrava a Velha Guarda Musical da Mangueira com a qual se apresentava com regularidade.

Em seu site, a escola divulgou a seguinte nota: "Rody, baluarte e presidente da ala dos compositores da Mangueira, deixa a cena da vida, como uma folha que cai dessa frondosa árvore, e baila pela brisa da manhã. Um dos nossos grandes compositores, autor do inesquecível samba-enredo do nosso desfile campeão de 1987 que exaltava nosso poeta Carlos Drummond de Andrade. Engajado e aguerrido, suas composições eram aguardadas pela qualidade melódica e poesia. Ficam para sempre em nossa memória sua voz forte e rouca, nas apresentações com a amada Velha Guarda e seu amor incondicional em verde e rosa."

Seu trabalho mais recente foi a gravação foi um álbum que a Velha Guarda está lançando em tributo a Geraldo Pereira.

Fonte: Jornal do Brasil - Affonso Nunes

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31