DISTRITO FEDERAL, Brasília - Em reunião nesta segunda-feira, 4 de julho, a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, firmou com o delegado da Polícia Federal e chefe do escritório central da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) no Brasil, Valdecy de Urquiza e Silva Júnior, parceria para o lançamento de uma campanha contra o tráfico ilícito de bens culturais em 2017.

“É fundamental o diálogo e atuação conjunta com outros órgãos. O comércio ilegal de bens culturais, em especial os arqueológicos, tem a internet como facilitador e, além disso, temos pontos sensíveis na fronteira com outros países. A campanha será importante no combate ao crime contra o patrimônio cultural do Brasil”, afirmou Kátia Bogéa.

Participaram do encontro o diretor do Departamento de Patrimônio Material (Depam), Andrey Schlee, o coordenador-geral do Depam e Fiscalização, Fábio Rolim, e a diretora do Centro Nacional de Arqueologia, Rosana Najjar.

Fonte: Iphan

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31