RIO DE JANEIRO, Rio de Janeiro - A estátua O Pequeno Jornaleiro, retirada para obras do Veículo Leve sobre Trilhos há três anos, foi reinstalada pela Secretaria Municipal de Conservação no dia 3 de outubro, quinta-feira, na mesma semana em que se comemora o Dia do Jornaleiro (30 de setembro).


Foto: Halley Pacheco de Oliveira (2012 - reprodução: Creative Commons)

Durante o período em que esteve “fora das ruas”, a estátua ficou sob a tutela da Prefeitura do Rio guardada em depósito para voltar ao local original. A reinauguração foi prestigiada por jornaleiros, alunos da instituição Casa do Pequeno Jornaleiro e pela neta de Getúlio Vargas, a socióloga Celina Vargas, que administra a instituição.

Poucos sabem que a estátua do Pequeno Jornaleiro, de Anísio Oscar Mota, instalada em 1933 no pequeno e movimentado largo entre as ruas Ouvidor e Miguel Couto na altura da Avenida Rio Branco teria inspirado Darcy Vargas, mulher do ex-presidente Getúlio Vargas, a criar na Região Portuária a casa que leva o nome da escultura. O objetivo da primeira dama à época era dar assistência às crianças carentes que entregavam jornais nas ruas do Centro.

Atualmente a casa criada por Darcy Vargas não mais oferece assistência a pequenos jornaleiros – atividade hoje que por força da legislação não é mais exercida por menores de idade. Ao longo do tempo, a instituição funcionou como um orfanato, prestou serviços de saúde e hoje oferece atividades educacionais, esportivas e culturais a crianças e adolescentes da Região Portuária do Rio de Janeiro no contra turno escolar.

Fonte: Porto Maravilha - CDURP

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31