MINAS GERAIS, Belo Horizonte - A Secretaria de Estado de Cultura lamenta imensamente o falecimento do ator e diretor de teatro Elvécio Guimarães, ocorrido na madrugada deste domingo (31) aos 82 anos.

Seu sepultamento aconteceu às 16 horas do mesmo dia, no Cemitério do Bonfim, na capital mineira, e contou com a presença do secretário Angelo Oswaldo.

Elvécio deixou uma marca indelével no teatro mineiro. "No teatro eu descobri a vida", disse o diretor durante entrevista veiculada pela TV Globo. Sua carreira artística começou aos 15 anos, quando o jovem rapaz dava os primeiros passos como ator de radioteatro na Rádio Inconfidência, no ano de 1949. Nos anos seguintes trabalhou em várias outras rádios e TVs. Sua extensa trajetória envolveu ainda atuação e direção em musicais e óperas.

Foi um dos responsáveis pela criação da Escola de Teatro do Centro de Formação Artística (Cefar), atualmente CEFART, onde também deu aulas. Entre 1982 e 1985 foi diretor do Teatro Francisco Nunes, e de 1989 a 1990 ocupou o cargo de presidente da Fundação Clóvis Salgado. Em seguida foi nomeado como secretário de Estado de Cultura durante o governo Newton Cardoso. Sua dedicação incansável às artes cênicas o levou ainda ao cargo de diretor na Associação Profissional dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão de Minas Gerais (Apatedemg), atual SINPARC.

Fonte: SEC MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31