MINAS GERAIS, Belo Horizonte - Faleceu na manhã desta sexta-feira (5), em Belo Horizonte, o cantor e compositor Vander Lee.

A Secretaria de Estado de Cultura recebeu a notícia com imensa tristeza e lamenta profundamente a morte de um dos mais importantes artistas do cenário mineiro e brasileiro. Segundo informações preliminares, o compositor teria sofrido uma parada cardíaca, foi levado ao Hospital Madre Teresa, onde passou por uma cirurgia, mas infelizmente não resistiu. O velório será realizado nesta tarde no Teatro Francisco Nunes, na capital mineira.

Para o secretário de Estado de Cultura Angelo Oswaldo, a perda é imensurável. “Vander Lee foi um dos maiores artistas do nosso tempo e ocupou um lugar muito especial na música e poesia, alcançando reconhecimento amplo no país. Expresso a nossa homenagem e nosso profundo reconhecimento”.

Vander Lee faria uma apresentação na próxima semana no Grande Teatro do Palácio das Artes, juntamente com Wagner Tiso e Sérgio Santos, em homenagem a Cartola e ao centenário do samba.

Vander Lee
O cantor e compositor foi um artista presente, produtivo e talentoso. Suas músicas reverberaram Brasil afora e emocionaram almas e corações. Seu carisma e humildade também chamavam atenção.

Natural de Belo Horizonte, Vanderli Catarina começou sua carreira tocando em bares da capital mineira. Em meados dos anos 80 começou a introduzir repertório próprio em suas apresentações. Uma de suas marcas foi a variedade de sua produção musical, com canções que iam do romântico, passando pelo samba, rock e baladas.

Com 19 anos de carreira, Vander Lee deixa três filhos: Lucas, Laura e Clara. Já gravou com grandes nomes da MPB como Zeca Baleiro, Nando Reis, Leila Pinheiro. Teve a bela composição "Estrela" gravada por Maria Bethânia, além de "Onde Deus Possa me Ouvir", imortalizada na voz de Gal Costa. A cantora Elza Soares teve participação fundamental em sua carreira. Foi após conhecê-la e ter sua música “Subindo a Ladeira” incluída nos shows da cantora que Vander Lee passou a ser mais conhecido fora de Minas Gerais. Firmou-se como um dos principais nomes da música mineira com nove discos, entre registros ao vivo e em estúdio.

Fonte: SEC MG

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31