SÃO PAULO, São Paulo - Ricardo Nunes estima que 15 milhões de pessoas devem ir às ruas


© Rovena Rosa/Agência Brasil

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, disse ontem (4) que a cidade de São Paulo poderá ter carnaval no próximo ano se mantiver os indicadores relacionados à covid-19 em queda.

“A tendência hoje é que tenha o carnaval. Muito provavelmente, teremos carnaval. Isso se continuar com os dados de hoje [da pandemia], com aumento da vacinação e queda do número de óbitos. Se continuar assim, vamos ter carnaval”, disse ele.

Se os números da pandemia permitirem e se os órgãos sanitários autorizarem, a expectativa da prefeitura é que o carnaval de rua em São Paulo seja o maior de todos os tempos, com estimativa de participação de 15 milhões de pessoas, disse o prefeito.

“Está tudo preparado. Vamos soltar os editais. Por que preparamos tudo? Porque não se consegue fazer um evento desse tamanho sem planejar. Te diria que muito possivelmente teremos [carnaval], com exceção se tivermos fato adverso até lá.”

Em setembro, o prefeito já havia autorizado que os preparativos para a realização do carnaval na cidade de São Paulo fossem iniciados. No entanto, na ocasião, a prefeitura informou que a realização do carnaval só seria permitida se pelo menos 70% da população paulistana estivesse vacinada contra a covid-19 e se houvesse autorização dos órgãos municipais, tal como da Secretaria Municipal da Saúde. No último fim de semana, a prefeitura divulgou que mais de 80% dos adultos da capital estão com o esquema de vacina contra a covid-19 completo.

Fonte: Agência Brasil - Elaine Patricia Cruz

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31