BRASIL, Rio de Janeiro - Diretores das principais casas de ópera reunidos no Teatro Colón, em Buenos Aires

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro – vinculado à Secretaria de Estado de Cultura – participa da sétima reunião da Ópera Latinoamérica (OLA), no Teatro Colón, em Buenos Aires, entre os dias 4 e 6 de dezembro. João Guilherme Ripper e André Cardoso, respectivamente, Presidente e Diretor Artístico do TMRJ estão em busca de intercâmbio e de estreitamento de relações com outros teatros líricos do continente. A OLA é uma organização que congrega casas de ópera em toda a América do Sul e Central e tem como principais objetivos a troca de informação, promoção e formação de novos talentos artísticos latino-americanos.

O encontro foi aberto na sexta-feira, 4 de dezembro, com a presença de dirigentes dos principais teatros latino-americanos. Além dos nossos representantes do Rio e do anfitrião Dario Loperfido (Diretor Geral e Artístico do Teatro Colón), estão também Thomas Yaksic (Theatro Municipal de São Paulo); Luiz Fernando Malheiro (Theatro São Pedro), Andres Rodriguez (Diretor Geral do Teatro Municipal de Santiago), Ramiro Osorio Fonseca (Diretor Geral do Teatro Mayor de Santo Domingo), Alejandra Martí (Gerente de Desenvolvimento do Teatro Municipal de Santiago), Chia Patiño (Teatro Nacional Sucre, no Equador), Lourdes Ambriz (Diretora Artística da Ópera de Bellas Artes), Daniela Bouret Vespa (Diretora Geral do Teatro Solis, de Montevidéu), Alejandro Chacon (Consultor Artístico da Ópera Colômbia), Gerardo Grieco (Diretor Geral do Auditório Nacional Sodre, no Uruguai) e Sergio Ramirez Cardenas (Instituto Nacional de Belas Artes, do México). Esta edição também conta com participantes da Espanha: Juan Carlos Matellanes (Presidente da Ópera de Bilbao), Joan Mataboch (Diretor Artístico do Teatro Real, de Madri), José Luis Rivero (Diretor Artístico do Auditório de Tenerife) e Jorge Culla (Diretor do Teatro de Escorial).

Neste sábado, 5 de dezembro, os representantes cariocas participam de reunião sobre coproduções e projetos futuros, com as participações de diretores do Teatro Colón (Argentina), Teatro Municipal de São Paulo (Brasil), Teatro Auditório de Tenerife (Espanha) e Ópera da Colômbia. “O que está acontecendo aqui é de extrema importância para a ópera em toda a América Latina”, afirma João Guilherme Ripper, Presidente da Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Estas reuniões destinam-se a desenvolver estratégias comuns para a cooperação mútua entre as casas de ópera da América Latina, produções de intercâmbio, coproduções e a formação de novos públicos, enfatizando a inclusão de crianças e jovens. Também fazem parte da missão da OLA fortalecer a comunicação direta entre os departamentos técnicos, incentivar o consenso de programas artísticos, promover a oferta de troca de know-how, estreitando a relação entre as casas de ópera, tendo a América Latina como um único bloco regional. "Estamos muito satisfeitos em tê-los aqui. É a primeira vez que uma reunião desta natureza ocorre em Buenos Aires. A nossa tarefa comum não é só para coproduções, mas trabalhar em projetos educacionais e partilhar as nossas experiências em termos de criação e de novos públicos", comenta Dario Loperfido, Diretor Artístico do Teatro Colón e Presidente da OLA.

Fonte: Jornal do Brasil

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 06/12/2015 às 12:33hs - 82 visitas até 16/05/2016 )

BRASIL, São Paulo - Artesanato tradicional do Alentejo é Patrimônio Cultural Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente

Em uma cerimônia especial na Namíbia, a UNESCO reconheceu o fabrico de chocalhos - os sinos de gado típicos da região do Alentejo, em Portugal, - como Patrimônio Cultural Imaterial com Necessidade de Salvaguarda Urgente. A decisão foi celebrada pelo comitê português ao som deste objeto tradicional, que merece distinção pelo cuidado no design e a autenticidade no fabrico por mestres artesãos.
A candidatura resultou de uma parceria entre a Agência de Promoção de Turismo do Alentejo e entidades públicas da região, que reconhecem a importância do fabrico do chocalho para a identidade local.

A arte chocalheira tem mais de dois mil anos e está em vias de extinção. Restam 13 mestres chocalheiros, nove deles com mais de 70 anos; os outros têm entre 30 e 40 anos, e nenhum tem aprendizes. Por isso mesmo, os promotores da candidatura estão desenvolvendo um plano para preservar e salvaguardar a transmissão deste conhecimento.

“Temos consciência de que a preservação da nossa identidade é extremamente importante, tanto para a nossa comunidade como para os turistas, que vêm à procura do que temos de melhor”, explica Vitor Silva, presidente da Agência de Promoção de Turismo do Alentejo. “A arte de fazer chocalhos é um dos ícones da nossa região e traduz um pouco da experiência bucólica e tradicional que oferecemos”, finaliza.

Sobre o Alentejo
Considerado o destino mais genuíno de Portugal, o Alentejo é a maior região do país. Privilegiando um lifestyle tranquilo em que a experiência de viver bem dá o tom, conta com belas praias intocadas e cidades repletas de atrações ímpares, como castelos e monumentos históricos. Detentor de quatro títulos da UNESCO e diversos outros prêmios e reconhecimentos internacionais no setor do turismo, o Alentejo oferece opções para todos os tipos de viajantes, sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros. Para mais informações, visite
www.turismodoalentejo.com.br.

Fonte: divulgação por e-mail

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 06/12/2015 às 10:01hs - 61 visitas até 16/05/2016 )

PERU, Lima - Um dos mais famosos cartões-postais do Peru e do mundo agora poderá ser conhecido e desbravado do conforto de casa. A impressionante cidadela inca de Machu Picchu passou a fazer parte das inúmeras localidades turísticas fotografadas e documentadas pelo Google Street View.

O anúncio foi realizado na última quinta-feira, dia 3, pelo Ministério da Cultura do país sul-americano. Graças às fotos panorâmicas tiradas e atualizadas pelo serviço do Google, será possível, ao acessar o computador, tablet ou celular, contemplar as maravilhosas paisagens do histórico sítio arqueológico peruano.

Entre os destaques de lugares a serem "visitados", estão o templo e a praça principais, com jardins sagrados que já receberam celebrações incas, o Intiwatana (Observatório Astronômico), o Templo das Três Janelas e o Templo do Sol.

Fonte: Agência ANSA

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 04/12/2015 às 05:29hs - 64 visitas até 16/05/2016 )

ALEMANHA, Berlim - Foi divulgado nesta sexta-feira (4) qual filme abrirá a 66ª edição do Festival Internacional de Cinema de Berlim, que acontecerá entre os dias 11 e 21 de fevereiro de 2016. O eleito foi o mais novo longa dos irmãos Coen, a comédia "Ave, César!".

A película, que se passa na Hollywood da década de 1950, conta a história do sequestro do convencido astro da superprodução "Ave, Caesar!", Baird Whitlock, por uma organização chamada "O Futuro" e do dia caótico de seu empresário, que recruta outros atores do estúdio para encontrar a estrela.

Além da atuação de George Clooney como Whitlock e de Josh Brolin como o empresário, o filme ainda conta com grandes artistas no elenco, como Scarlett Johansson, Alden Ehrenreich, Ralph Fiennes, Tilda Swinton, Channing Tatum e Jonah Hill.

O longa dos cineastas Joel e Ethan Coen, famosos por trabalhos como "Onde Os Fracos Não Têm Vez", "O Grande Lebowski", "Fargo" e "Bravura Indômita", deve estrear no Brasil no dia 4 de fevereiro de 2016.

Fonte: Agência ANSA

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 04/12/2015 às 21:35hs - 72 visitas até 16/05/2016 )

EUA, Nova Iorque - Classificação reúne as 100 melhores obras de 2015

O jornal norte-americano "The New York Times" divulgou sua famosa lista dos 100 livros - de Ficção & Poesia e Não Ficção - mais notáveis do ano. E na edição de 2015, a obra de uma brasileira foi selecionada.

O livro em questão é uma coletânea de contos da escritora Clarice Lispector publicada em julho deste ano nos Estados Unidos com o nome de "The Complete Stories".
A escolha dos trabalhos, anunciada pela publicação na última sexta-feira, dia 27, foi realizada a partir de uma votação dos editores do suplemento "The New York Times Book Review".

A coletânea de Lispector, autora considerada um dos grandes nomes da literatura latino-americana, tem tradução de Katrina Dodson e edição do biógrafo da escritora, Benjamin Moser. A obra deve ser lançada no Brasil pela editora Rocco em 2016.

Fonte: Agência ANSA

(Nota do editor: notícia originalmente publicada em 02/12/2015 às 21:54hs - 91 visitas até 16/05/2016 ) 

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31