BRASIL, Rio de Janeiro - O Festival de Cannes divulgou a programação de sua 74ª edição, que acontecerá entre os dias 6 a 17 de julho com a presença do público


Karim Aïnouz, diretor de 'O Marinheiro das Montanhas' (Divulgação)

Devido à pandemia, ele foi cancelado em 2020 e adiado para este ano, com as necessárias medidas de segurança. Para participar será necessário apresentar um “passe sanitário” (comprovante de vacinação ou teste PCR negativo).

“O Marinheiro das Montanhas”, do diretor cearense Karim Aïnouz, é um dos selecionados na mostra “Sessões Especiais”. O cineasta retorna ao evento, onde em 2019 ganhou o prêmio da paralela Un Certain Regard com “A Vida Invisível”.

O novo filme revisita as origens do cineasta a partir da relação entre seus pais, uma brasileira e um argelino.

O filme de abertura será “Annette”, do francês Leos Carax, estrelado por Adam Driver e Marion Cotillard, que interpretam um casal de estrelas cuja vida muda com a chegada de sua primeira filha.

A mostra oficial inclui 24 títulos, e o júri será presidido pelo cineasta Spike Lee.

A seleção inclui filmes de nomes famosos como “Flag Day”, de Sean Penn; “Tout s’est Bien Passé”, de François Ozon; “Tre Piani”, de Nanni Moretti; “A Heros”, de Asghar Farhadi; e “Bergman Island”, de Mia Hansen-Love, que é produzido pela RT Features, do brasileiro Rodrigo Teixeira.

Os destaques incluem ainda “Benedetta”, de Paul Verhoeven, ambientado no século 15 e baseado na história real de uma freira homossexual; e “The French Chronicle, de Wes Anderson, filmado no sudoeste da França e estrelado por Bill Murray, Tilda Swinton, Timothée Chalamet e Adrien Brody.

Neste ano, a Palma Honorária irá para a atriz e diretora Jodie Foster, 45 anos depois de estar no festival pela primeira vez, no elenco de “Taxi Driver”, de Martin Scorsese. O tributo celebra a trajetória artística de uma personalidade incomum e comprometida com os grandes temas de nossa época.

Veja a relação dos filmes em competição
- A Feleségem Története (The Story of My Wife), de Ildikó Enyedi (Hungria)
- Benedetta, de Paul Verhoeven (Holanda)
- Bergman Island, de Mia Hansen-Love (França)
- Drive My Car, de Ryusuke Hamaguchi (Japão)
- Flag Day, de Sean Penn (EUA)
- Ha'berech (Ahed’s Knee), de Nadav Lapid (Israel)
- Casablanca Beats, de Nabil Ayouch (Marrocos)
- Hytti Nro 6 (Compartment nº 6), de Juho Kuosmanen (Finlândia)
- The Worst Person in the World, de Joachim Trier (Noruega)
- La Fracture, de Catherine Corsini (França)
- The Restless, de Joachim Lafosse (Bélgica)
- Paris 13th District, de Jacques Audiard (França)
- Lingui, de Mahamat-Saleh Haroun (Chad)
- Memoria, de Apichatpong Weerasethakul (Tailândia)
- Nitram, de Justin Kurzel (Austrália)
- France, de Bruno Dumont (França)
- Petrov’s Flu, de Kirill Serebrennikov (Rússia)
- Red Rocket, de Sean Baker (EUA)
- The French Dispatch, de Wes Anderson (EUA)
- Titane, de Julia Ducournau (França)
- Tre Piani, de Nanni Moretti (Itália)
- Tout s’est Bien Passé, de François Ozon (França)
- A Heros, de Asghar Farhadi (Irã)

Fonte: Jornal do Brasil - Myrna Silveira Brandão

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31