BRASIL, Brasília - “Museu da Memória – MUME Virtual” é o nome do projeto com o qual o Centro Cultural e Museu da Memória – MUME conquistou o 11º Prêmio Ibermuseus de Educação em 2020

Fonte: https://mumevirtual.com

Esta plataforma virtual, que foi apresentada no dia 8 de julho na presença de toda a equipa que o tornou possível, é composta por 3 segmentos por meio do qual se propõe a conhecer e refletir sobre os objetos como suportes da memória, de onde podem emergir outros objetos e memórias.

O MUME trabalha pela construção da memória do terrorismo de Estado e da luta do povo uruguaio contra a ditadura. A plataforma virtual, que pode ser acessada em: https://mumevirtual.com, permite ao museu aprofundar e complementar sua chegada a instituições de ensino, residências e público em geral dentro e fora do Uruguai. Para isso, o museu – tanto na sua proposta física como virtual -, apresenta acontecimentos do passado recente através de memórias de família, bairro e comunidade. Dessa forma, gera links e envolve o público.

Durante o percurso pela plataforma poderá visitar virtualmente as salas “Resistência Popular” e ” Prisões ” que foram cuidadosamente recriadas e que permitem ver os principais objetos em 3 dimensões. Contém também galerias interativas de peças e documentos e uma Comunidade Espaço para receber as opiniões dos visitantes.

É evidente que se teve o cuidado de apresentar objetos produzidos por homens e mulheres de diferentes idades, com diferentes interesses, memórias e culturas. Encontramos, por exemplo, alpargatas, bonecos, cartas, sabonetes, documentos gráficos e sonoros, brinquedos …, todos contêm depoimentos e informações contextuais para localizá-los no tempo e no espaço:


Fantoche 'O prisioneiro 696'. César Martínez Barbosa “Arruga”. 1973, Penal de liberdade. Polpa de papel, tecido de macacão, tinta e verniz. 29X9x9 cm.

O fantoche “696”, um recluso barbeado com um macacão, provocou a vocação de Gustavo Martínez Barbosa, “Tato”, alma máter do Grupo de Bonecos Girasol, que tinha então 15 anos, em meados de ’73. Foi doado pela mãe e irmãos do autor.

O projeto também teve um cuidado especial com o tratamento de imagens e áudio, para que os mais diversos públicos possam acessar o conteúdo.

Por tudo isso e muito mais, o MUME virtual é uma forma criativa de refletir sobre os direitos humanos, de pensar e aprender. Não perca: visite!

Fonte: Ibermuseos

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31