BRASIL, São Paulo - A assinatura da carta de intenções aconteceu durante uma visita do reitor Vahan Agopyan a universidades e instituições de pesquisa do México


Senado mexicano - Foto: Divulgação

Na primeira viagem internacional após o início da pandemia, o reitor Vahan Agopyan visitou universidades e instituições de pesquisa do México. O resultado desse esforço foi a assinatura de um acordo inédito entre a USP e o Senado do México, incentivando a cooperação acadêmica, especialmente em relação aos desafios enfrentados pelas cidades: segurança, meio ambiente e verde urbano, gênero, mobilidade e educação.

A oportunidade de se reunir com as Comissões de América Latina e Caribe e de Ciência e Tecnologia do Senado mexicano surgiu por intermédio da senadora Beatriz Paredes, que foi embaixadora do México no Brasil e titular da Cátedra José Bonifácio da USP, em 2017. “É muito interessante constatar como representantes de diferentes posicionamentos políticos se preocupam com o desenvolvimento científico do seu país e se unem para apoiar as universidades e incentivar trabalhos conjuntos da Unam com a USP”, ressaltou o reitor Vahan Agopyan.

Na sessão plenária em que foi realizada a assinatura da carta de intenções, Agopyan e o assessor da Reitoria, Gerson Damiani, também foram homenageados pelo parlamento mexicano pela dedicação em prol da comunidade acadêmica, intelectual e social.

“Esse importante ato tem por objetivo fortalecer a cooperação entre o México e o Brasil, representado pela Universidade de São Paulo, por meio do convênio a ser estabelecido juntamente com as comissões de América Latina e Caribe e da Educação do Senado Mexicano, por iniciativa da senadora Beatriz Paredes”, afirmou o senador Ricardo Monreal, presidente da Junta de Coordenação Política do Senado Mexicano.

A viagem ao México também foi uma oportunidade para estreitar relações entre a USP e a Embaixada do Brasil naquele país. O reitor se encontrou com o embaixador Fernando Estellita de Coimbra para discutir ações que poderão ser desenvolvidas para a comemoração do bicentenário da independência e do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922.


Instituto Nacional de Antropología e História (Inah)
O reitor conheceu o Museu de Antropología acompanhado do Diretor do Inah, Antonio Saborit, do Cônsul do México em SP e do Secretário de Cultura da Cidade do México. Entre os assuntos tratados consta a cooperação com os museus da USP, o empréstimo de obras para as comemorações do Bicentenário da Independência e o lançamento de um documentário da USP sobre o empoderamento das mulheres indígenas.

Parcerias
Em sua passagem pelo México, o reitor visitou universidades e institutos de pesquisa para trocar experiências e estudar novas oportunidades de parcerias acadêmicas e culturais.

“Esse importante ato tem por objetivo fortalecer a cooperação entre o México e o Brasil, representado pela Universidade de São Paulo, por meio do convênio a ser estabelecido juntamente com as comissões de América Latina e Caribe e da Educação do Senado Mexicano, por iniciativa da senadora Beatriz Paredes”, afirmou o senador Ricardo Monreal, presidente da Junta de Coordenação Política do Senado Mexicano.

A viagem ao México também foi uma oportunidade para estreitar relações entre a USP e a Embaixada do Brasil naquele país. O reitor se encontrou com o embaixador Fernando Estellita de Coimbra para discutir ações que poderão ser desenvolvidas para a comemoração do bicentenário da independência e do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922.

Fonte: Jornal da USP - Erika Yamamoto

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31