ITÁLIA, Roma - Há mais de um ano um grupo de jovens se reúne semanalmente nas ruas e bibliotecas de Roma para ler o clássico "A Divina Comédia", obra máxima de Dante Alighieri.

A iniciativa foi criada pelo professor de história da arte Luca Maria Spagnuolo, de 30 anos. Inspirado no diretor, ator e comediante Roberto Benigni, que promoveu releituras menos acadêmicas do poeta, o professor desafiou os tempos modernos e levou às rodas de leitores uma versão mais "leve" da obra. "Não é só por mero prazer literário. Como podemos querer entender os outros se não sabemos nem de onde viemos?", declarou o jovem especialista em Dante.    

A união entre o estudo e a paixão pela "Divina Comédia" levou Spagnuolo a tomar a iniciativa de, todas as sextas-feiras, tornar mais acessível o difícil clássico literário - escrito em um italiano arcaico, com muitas derivações do latim - e mostrar ao máximo de pessoas possível a grandeza do autor.    

No começo o professor passou por dificuldades, mas persistiu na ideia. Hoje o retorno aparece cada vez mais, e o grupo de mais de 30 pessoas conta com o apoio da "Sociedade Dante Alighieri" e era prestigiado até pelo recém-falecido ex-presidente italiano Carlo Azeglio Ciampi. Além disso, começou a produzir vídeos dos cantos que serão lidos e interpretados nos encontros semanais.

Fonte: Agência ANSA

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31