BRASIL, Brasília - O Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus (ICOM) elegeu na última segunda-feira (23) nova diretoria para um mandato de três anos.

Nova gestão do comitê brasileiro do ICOM, que conta com representantes do Ibram, terá à frente a arquiteta e professora Renata Motta (Foto: divulgação/Ibram)

A nova gestão foi definida durante assembleia geral realizada no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP).

A arquiteta e professora Renata Motta, ex-diretora técnica do Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP) e vinculada à USP, é a nova presidente do comitê. Também foram eleitos titulares e suplentes para o Conselho de Administração, Conselho Consultivo e Conselho Fiscal.

Em pronunciamento de encerramento de sua gestão, Maria Ignez Mantovani agradeceu o “apoio irrestrito” recebido do Ministério da Cultura por meio do Ibram e do Iphan, destacando como um dos marcos de sua gestão a aprovação da Recomendação da Unesco em relação a Museus e Coleções, aprovada em 2015, proposição realizada pelo Brasil por meio do Ibram.

O presidente do Ibram, Marcelo Araujo, acompanhou o processo. “O Ibram deseja boas-vindas à nova presidente e sua equipe, que inclusive conta com vários representantes do órgão”, disse. “Gostaríamos muito de agradecer a Maria Ignez Mantovani pela exitosa parceria durante os anos em que esteve à frente do ICOM Brasil e pelos resultados positivos alcançados”.

Fonte: Ibram

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31